Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Acidente de barco na Flórida deixa um morto e 38 desaparecidos

A Guarda Costeira suspeita que seja uma embarcação de contrabando humano.

Por Da Redação 26 jan 2022, 20h48

Equipes de resgate da Guarda Costeira dos Estados Unidos encontraram um corpo e estão procurando mais 38 pessoas desaparecidas na costa atlântica da Flórida, depois de um barco ter virado no fim de semana. Acredita-se que era um esquema suspeito de contrabando humano.

“Suspeitamos que este seja um caso de contrabando de humanos, pois esse evento ocorreu em uma rota normal de contrabando de humanos”, disse a comandante da Guarda Costeira, Jo-Ann Burdian.

Até o momento, apenas um sobrevivente foi encontrado e levado a um hospital para tratamento de desidratação e exposição ao sol. Em um comunicado, a Guarda Costeira informou que ele disse às autoridades que deixou as ilhas Bimini, nas Bahamas, cerca de 80 quilômetros a leste de Miami, em um barco com as outras 39 pessoas na noite de sábado (22).

De acordo com o sobrevivente, o navio do grupo virou na manhã de domingo, por causa do mau tempo, cerca de 71 quilômetros a leste de Fort Pierce Inlet, entre Miami e Cabo Canaveral.

As nacionalidades das pessoas a bordo não foram divulgadas, e a Guarda Costeira informou que ninguém usava colete salva-vidas.

“Certamente, as águas no norte do Estreito da Flórida podem ser bastante traiçoeiras”, disse Burdian. “Em casos como este, embarcações pequenas, sobrecarregadas, operadores inexperientes, à noite com mau tempo podem ser incrivelmente perigosas.”

As tripulações da Guarda Costeira utilizaram equipes de helicópteros e aviões de busca. Além disso, uma tripulação aérea da Marinha dos Estados Unidos já cruzou uma área de mais de 13.890 quilômetros. As buscas continuam.

Em maio passado, 12 imigrantes cubanos morreram e oito foram resgatados depois que seu barco capotou em Key West, na Flórida.

Pelo menos 557 migrantes cubanos foram apanhados no mar pela Guarda Costeira desde outubro, além de quase 7.400 cubanos interditados nos cinco anos anteriores.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês