Clique e assine com até 92% de desconto

Werley se diz injustiçado no Galo, mas comemora volta ao time

Por Da Redação 6 ago 2011, 14h25

O zagueiro Werley, que retomou a titularidade do Atlético-MG, afirma que se considera injustiçado por ter ido para a reserva no momento em que vinha atuando bem. Apesar das reclamações, o defensor garante que já está acostumado com isso dentro da equipe alvinegra, mas que se fosse outro jogador que estivesse nesta situação, seria considerado um rei por tudo que já fez pelo Galo.

‘Muitas vezes sou muito injustiçado. Como sou da base também. Se fosse outro jogador que vem de fora, tivesse a sequência que tive desde 2009, estariam colocando ele como rei. Mas já estou acostumado, não me preocupa. Fico feliz de ter a confiança de todos os treinadores que passam’, declarou.

Além da titularidade, com as boas atuações que vem tendo, Werley herdou também a faixa de capitão do time, motivo de orgulho para o jogador. ‘Estou tendo oportunidade de ser capitão, mas o grupo tem vários líderes. A gente procura orientar em campo, cobrar dos companheiros, para começar a vencer e brigar na parte de cima da tabela’, disse o defensor, que enaltece a qualidade do elenco atleticano.

‘Todos que estão no grupo estão preparados para jogar. O Atlético-MG sempre revelou bons jogadores. Em um ano, sempre revela dois ou três e quando precisar, pode colocar que vão dar conta do recado. Eles estão acostumados com a pressão do clube. É o clube que gostamos, porque nos acolheu. Eu cheguei aos 14 anos aqui e quero retribuir’, finalizou.

Continua após a publicidade
Publicidade