Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Webber se irrita com insinuações de carro ilegal em Mônaco

Por Da Redação 7 jun 2012, 16h27

As reclamações de que o carro usado por Mark Webber para vencer o Grande Prêmio de Monte Carlo de Fórmula 1 não estava de acordo com o regulamento irritaram o piloto australiano. Ele liderou a prova praticamente de ponta a ponta e conquistou sua primeira vitória na temporada.

Após a corrida, os buracos no assoalho da Red Bull geraram reclamações de outras equipes e a Federação Internacional de Automobilismo considerou a peça ilegal. No entanto, a entidade garantiu que todo o carro da equipe havia sido aprovado nas inspeções técnicas antes da temporada começar.

‘Eu fico feliz de ser chamado de diversas coisas e ter críticas sobre minha pilotagem, mas não vou aceitar conversas de que o carro é ilegal. Isso me deixa irritado, para falar a verdade’, afirmou Webber, que espera manter bom rendimento com sua Red Bull mesmo com as mudanças realizadas após a decisão da FIA. ‘Tínhamos um carro que era legal no começo do ano. A regra mudou e nós vamos seguir em frente’, completou.O australiano é o terceiro colocado do Mundial com 73 pontos, empatado com seu companheiro Sebastian Vettel, atual bicampeão da categoria. A liderança da temporada é do espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que soma 76 pontos nas seis primeiras provas de 2012.

Nas corridas iniciais do ano, nenhuma equipe conseguiu mostrar domínio e seis pilotos diferentes conseguiram vitórias. A Red Bull, no entanto, foi o único time que conseguiu colocar seus dois pilotos no lugar mais alto do pódio. Além de Webber e Vettel, Fernando Alonso, Nico Rosberg, Jenson Button e Pastor Maldonado venceram em 2012.

‘Está bem aberto, é por isso que temos visto resultados diferentes, pódios diferentes, e os times que não estavam bem com o regulamento do ano passado, como Sauber e Williams, ficaram mais fortes em relação a equipes que dominavam antes’, disse o veterano australiano.

Continua após a publicidade
Publicidade