Clique e assine a partir de 9,90/mês

Waldemar Lemos é punido e não fica no banco contra a Ponte

Por Da Redação - 24 ago 2011, 11h27

O técnico do Náutico, Waldemar Lemos, recebeu um jogo de suspensão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva por ter sido expulso contra o Vila Nova, na 12rodada. Ele xingou o árbitro Emerson de Almeida Ferreira e foi julgado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por conduta contrária à disciplina ou ética esportiva.

Desta forma, ele não vai poder ficar no banco de reservas neste sábado, contra a Ponte Preta, na Fonte Luminosa, em Araraquara. Este jogo reúne o terceiro lugar Timbu contra o segundo colocado da Série B do Campeonato Brasileiro.

O advogado Oslvado Sestário, que tratou do caso, criticou a decisão, unânime, do tribunal. ‘Não gosto de comparar julgamentos, mas tem técnico que vem aqui e nega várias ofensas à arbitragem e fica uma palavra contra a outra e não leva pena. O Waldemar não fez nada demais. Estamos falando de futebol, que é um esporte que não dá para ficar calado no banco de reservas’, explicou.

O Náutico será comandado por Levi Gomes, mas Waldemar viaja com a delegação, pois comanda um treino em São Paulo na sexta-feira.

Publicidade