Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Villas-Boas constata momento ruim, mas evita falar em saída do Chelsea

Por Da Redação 1 jan 2012, 10h56

Tido como novo José Mourinho após realizar grande temporada com o Porto, o técnico André Villas-Boas ainda não conseguiu deslanchar no Chelsea e os rumores de uma possível demissão antecipada são levantados a cada mau resultado do time inglês. Neste sábado, jogando em casa, os Blues foram derrotados pelo Aston Villa por 3 a 1, resultado que aumentou a pressão sobre o português.

Questionado após o revés se o resultado poderia deixá-lo em risco no cargo, o comandante foi evasivo. ‘Você precisa perguntar isto para o dono do clube, mas eu não tenho outra informação sobre o contrato’, disse Villas-Boas, que praticamente tirou o Chelsea da luta pelo título nacional.

‘Acho que o mínimo que este clube pede é estar no primeiro lugar. Mas nossa realidade atualmente é brigar pelo quarto lugar, o que não é bom. Temos que continuar buscando o melhor resultado possível na Liga, e um final honroso para este clube’, completou.

Com o resultado deste sábado, os londrinos estacionaram nos 34 pontos, fora até do grupo com direito a uma vaga na próxima Liga dos Campeões. A 11 pontos do líder Manchester City, o Chelsea pode ver esta pontuação aumentar ainda neste domingo, quando a equipe de Roberto Mancini enfrenta o Sunderland, fora de casa.

Apesar do cenário ruim, Villas-Boas aposta na possibilidade de reagir. ‘Se há alguma coisa a ser corrigida, nós precisamos retomar a confiança como construímos antes. Isso é um problema fácil de se resolver com jogadores com esta qualidade técnica’, encerrou.

Continua após a publicidade
Publicidade