Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vídeo mostra Lochte chegando à Vila — com sua carteira e relógio

O protocolo da Vila Olímpica exige que os atletas passem por um detector de metais antes de entrar. Nas imagens aparecem os nadadores com seus pertences

Por Da redação - Atualizado em 10 dez 2018, 09h34 - Publicado em 17 ago 2016, 10h29

https://www.youtube.com/watch?v=XPZmzC6f4g4

O tabloide britânico Daily Mail publicou um vídeo de uma câmera de segurança da Vila Olímpica, no Rio de Janeiro, mostrando o nadador americano Ryan Lochte e seus colegas chegando ao local na manhã deste domingo. Segundo os atletas, eles tinham acabado de passar por um assalto, mas a imagens os mostram descontraídos e com seus pertences que alegaram terem sido roubados, como carteiras e relógios.

Leia também
Justiça proíbe Lochte de sair do país. Problema: ele já foi
Máfia dos ingressos: Polícia prende dirigente do COI no Rio de Janeiro
Handebol, vôlei e mais Maracanã: a agenda da 4ª na Rio-2016

O protocolo da Vila exige que os atletas passem por um detector de metais antes de entrar. E, como nos aeroportos, os nadadores colocam seus pertences em bandejas plásticas. Neste momento é possível visualizar que eles estão com seus celulares, carteiras, relógios e seus crachás de atletas olímpicos. As imagens contradizem a versão dos nadadores, que afirmaram à polícia que foram assaltados por falsos policiais depois de terem deixado uma festa em um táxi.

Por causa da contradição entre os depoimentos dos americanos e as evidências, a juíza Keyla Blank, do Juizado Especial do Torcedor e de Grandes Eventos, proibiu que os atletas deixassem o país e expediu um mandado de busca e apreensão para a Vila Olímpica, onde os passaportes seriam apreendidos. Mas os atletas já deixaram o Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade