Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Victor se diz pronto e cita busca por taças como motivo de troca

O goleiro Victor começou nesta quarta-feira a treinar no Atlético-MG. O jogador, que foi contratado após se destacar pelo Grêmio, participou das atividades na Cidade do Galo e vai estrear no domingo, no duelo contra a Portuguesa, no Independência. No time mineiro, atleta reencontra o preparador de goleiros Chiquinho, com quem já trabalhou no Grêmio e na Seleção Brasileira.

Logo após o treinamento, Victor foi apresentado para a torcida atleticana e garantiu que não vai sentir a falta de ritmo de jogo. ‘O jogador sente a falta de ritmo quando ele está há muito tempo parado, o que não é meu caso, já que este ano joguei todas as partidas. Ritmo não será problema. Agora, é dar sequência ao trabalho e à preparação com o Chiquinho, para estar pronto para quando precisar estrear’, disse.Victor ainda lembrou que já atuou com alguns atletas que estão no Galo e destacou que a boa recepção que teve em Belo Horizonte ajuda na adaptação. ‘Já tive a felicidade de jogar com vários jogadores, no Grêmio ou na Seleção, e isso facilita. Aos poucos, a gente vai entrosando, mas o importante é que fui muito bem recebido, e isso ajuda na adaptação’, declarou.

Questionado sobre os fatores que motivaram a saída do Grêmio, Victor citou a busca por novos desafios e a ambição em ganhar títulos como fatores importantes para deixar o Tricolor Gaúcho. O novo goleiro atleticano também falou que pensa de forma semelhante ao presidente Alexandre Kalil, o que contribuiu para a vinda para Belo Horizonte.

‘A questão do desafio, da estrutura que o Atlético-MG proporciona aos seus atletas, e ao projeto. O presidente é uma pessoa que pensa grande, tem grandes ambições, e eu tenho a mesma forma de pensar, e quero conquistar títulos. Quando se tem um trabalho sério, as coisas acontecem. Estes foram os principais motivos da minha vinda para o Atlético-MG’, afirmou.