Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vettel lamenta 2º lugar, e admite ameaça da McLaren

Por Da Redação - 31 jul 2011, 14h56

Por AE

Budapeste – Sebastian Vettel voltou a demonstrar preocupação com a evolução das equipes rivais neste domingo. O piloto alemão, que não conseguiu acompanhar o ritmo da McLaren do vencedor Jenson Button, lamentou o segundo lugar no GP da Hungria e disse que a Red Bull precisa ficar atenta para não ser surpreendida no final da temporada.

“Está claro que eles [os rivais] avançaram bastante nas últimas corridas”, reconheceu o líder do campeonato. “A mensagem mais importante é que nas últimas duas corridas a McLaren esteve muito competitiva e não estamos felizes com isso”.

Vettel também lamentou as chances desperdiçadas pela Red Bull durante a corrida. “Acho que o segundo lugar é um importante degrau, embora a vitória fosse possível, mas nós não conseguimos alcançá-la. Tivemos uma chance, mas não aproveitamos. Precisamos analisar essa situação”.

Mesmo com o revés, o alemão segue disparado na liderança do campeonato, com 85 pontos de frente sobre o segundo colocado, o companheiro de equipe Mark Webber. Vettel, porém, disse que não pensar na boa vantagem. “Eu não penso nos pontos. Não ligo, não faço os cálculos. Não penso no campeonato quando estou na pista. Penso apenas em vencer”.

Mark Webber, por sua vez, lamentou as trocas de pneus que fez durante a corrida. Ele e Lewis Hamilton, da McLaren, apostaram na chuva, que não se confirmou na metade da prova, e ficaram fora do pódio. “Optei pelos pneus intermediários, mas não funcionou. Quando a pista secou, até pareceu estúpido. Mas, se tivesse chovido mais forte, teria sido a melhor opção. É uma linha tênue, algumas vezes você tem que jogar dados”, comentou o quinto colocado na corrida.

Continua após a publicidade
Publicidade