Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vettel e Schumi terminam na brita em sessão liderada por Hamilton

O último treino livre para o Grande Prêmio da Austrália foi realizado na madrugada deste sábado. A sessão, liderada pelo britânico Lewis Hamilton (McLaren), foi marcada por incidentes com os alemães Sebastian Vettel (Red Bull) e Michael Schumacher (Mercedes), que terminaram na brita. Já a Ferrari teve um desempenho sofrível.

Em uma demonstração de força significativa de Lotus, o francês Romain Grosjean liderou a tabela de tempos até os instantes finais do treino com a marca de 1min25s758. Com menos de 1 minuto no cronômetro, no entanto, Hamilton cravou 1min25s681 e desbancou o concorrente. O australiano Mark Webber (Red Bull) completou o grupo dos três primeiros ao registrar 1min25s900.

A exemplo do que aconteceu com o brasileiro Felipe Massa (Ferrari) nas atividades de sexta-feira, marcadas pela instabilidade climática em Melbourne, Vettel e Schumacher rodaram, mesmo com pista seca. A 35 minutos do final, o atual campeão do mundo perdeu o traçado numa curva e terminou na brita. Dez minutos depois, foi a vez do veterano, que acompanhou atentamente a retirada de seu carro pelo guincho.

Apesar dos incidentes, os dois alemães terminaram dentro do grupo dos oito primeiros colocados. Superado pelo britânico Jenson Button (McLaren) e pelo compatriota Nico Rosberg (Williams), Schumacher foi o sexto com o tempo de 1min26s078. Vettel veio logo atrás do heptacampeão ao registrar a marca de 1min26s211.

Entre os brasileiros, o melhor colocado foi Bruno Senna (Williams), 15lugar com 1min27s119. O venezuelano Pastor Maldonado, companheiro de equipe do sul-americano, fez 1min26470, oitava melhor marca. Felipe Massa, por sua vez, acabou o último treino livre em uma inexpressiva 18posição depois de cravar 1min28s023.O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) foi o 16com 1min27s323.

Diante do baixo rendimento da Ferrari nos testes da pré-temporada, a escuderia italiana começa o campeonado sob desconfiança geral. Pat Fry, diretor técnico da equipe, chegou a descartar a possibilidade de subir ao pódio em Melbourne. No primeiro treino livre, Massa e Alonso superaram apenas representantes da Caterham e da Force India.

Em seu retorno à principal categoria do automobilismo após duas temporadas de afastamento, o finlandês Kimi Raikkonen (Lotus) deve ter trabalho na comparação com o companheiro Romain Grosjean. Enquanto o jovem piloto terminou na vice-liderança, o veterano, campeão da edição de 2007 do Mundial com a Ferrari, foi o 12ao fazer 1min26s737.

O treino classificatório para o Grande Prêmio da Austrália será realizado às 3 horas (de Brasília) deste sábado. Já a corrida, a primeira do calendário do Mundial-2012, está marcada para o mesmo horário de domingo.