Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vasco tenta driblar o cansaço e evitar lesões no final da temporada

Após o empate por 1 a 1 com a Universidad de Chile, na noite de quarta-feira, pelo confronto de ida das semifinais da Copa Sul-americana, o Vasco voltou as suas atenções para o clássico contra o Fluminense, no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), no Engenhão. Na vice-liderança, com 65 pontos, o Cruzmaltino precisa ganhar para seguir vivo na luta pelo título. Porém, mais do que o Tricolor, os vascaínos sabem que um outro rival de peso vai dar trabalho: o desgaste físico.

Nas últimas semanas, o Vasco tem sido o único clube brasileiro a enfrentar uma maratona de jogos decisivos, uma vez que também disputa a Copa Sul-americana. O desgaste, inclusive, tem comprometido alguns resultados, como diante da Universidad de Chile, quando visivelmente os atletas brasileiros cansaram no segundo tempo, permitindo o gol de empate.

‘A gente deu uma cansada e eles conseguiram trabalhar a bola. No primeiro tempo conseguimos neutralizar eles, mas no segundo não, passamos a ficar mais acuados e eles marcaram o gol. Mas é natural, um time que vem nessa sequência de jogos muito decisivos de quarta-feira e domingo uma hora cai de produção’, comentou o volante Rômulo.

O excesso de jogos já começa a cobrar uma conta alta em termos de lesões. O meia Felipe sentiu um incômodo no músculo adutor da coxa esquerda, durante o jogo contra a Universidad de Chile, e acabou substituído, assim como o atacante Élton, que reclamava de dores no tornozelo direito. No início da semana, o técnico Cristóvão Borges foi comunicado pelo departamento médico que não poderia contar com o atacante Éder Luis, que fraturou o quinto metatarso e passará por cirurgia, retornando apenas em 2012.

Para a partida contra o Vasco, Cristóvão Borges deve anunciar apenas minutos antes do clássico a escalação que vai a campo, pois vai esperar uma definição sobre o estado de Felipe e de Élton. A boa notícia é que ele poderá contar com o retorno do meia Diego Souza, que cumpriu suspensão diante dos chilenos e volta a ficar à disposição. O armador deverá ser o substituto natural de Felipe, caso este seja vetado para o clássico.

Já Alecsandro é a opção mais natural para o posto de Élton. Bernardo deverá ser mantido no ataque, onde já atuou contra os chilenos, no lugar de Éder Luis. Enquanto isso, o elenco, desgastado fisicamente, ganhou folga nesta quinta-feira e volta a se apresentar nesta sexta-feira pela manhã.