Clique e assine a partir de 9,90/mês

Vasco bate Bahia e segue com 100% de aproveitamento

Com vitória, time carioca permanece invicto no Brasileirão com 12 pontos

Por Da Redação - 10 jun 2012, 20h31

Em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo, o Vasco venceu o Bahia por 2 a 1, no estádio de Pituaçu, em Salvador. O time da casa tentou uma reação, mas não conseguiu expressar a mesma qualidade ofensiva que o adversário. Com o resultado, os cariocas mantiveram os 100% de aproveitamento, permanecendo invictos na competição com 12 pontos, enquanto que o clube tricolor baiano permanece entre os últimos colocados, com apenas dois pontos.

Leia também:

Corinthians perde para o Grêmio e fica na lanterna

O gol do Bahia saiu somente no último minuto da partida. Júnior marcou para o time da casa, mas não evitou a derrota. O resultado foi ruim também para a relação do time com a sua torcida, que esperava por um triunfo em casa no campeonato – até agora são duas derrotas e dois empates. A irritação era clara já ao final do primeiro tempo, quando o Bahia saiu de campo sob fortes vaias.

Continua após a publicidade

Durante todo o jogo, o Vasco mostrou marcação cerrada sobre a equipe baiana, sem dar espaço. E inaugurou o placar logo aos sete minutos, em cobrança de falta de Juninho Pernambucano, que colocou no ângulo direito de Marcelo Lomba, sem defesa. Aos 30, a equipe carioca ampliou. O meia Diego Souza, após tabela com Alecsandro, ficou frente a frente com o goleiro do Bahia, e tocou por cima para as redes.

Aos 36 minutos, por pouco o Vasco não fez o terceiro gol. Felipe Bastos recebeu passe na área e mandou direto para o gol, mas Marcelo Lomba, em grande defesa, espalmou e mandou para escanteio.

Na segunda etapa, o Bahia tentou chegar com mais força ao gol do Vasco, mas sem sucesso. Nem mesmo a entrada do centroavante Junior surtiu efeito para o empate. O máximo que conseguiu foi diminuir a desvantagem para 2 a 1 com um gol aos 48 minutos.

Ao final da partida, Marcelo Lomba resumiu o sentimento do Bahia: “O jogo foi dificílimo. Eles fizeram belos gols e não tenho muito o que falar.”

Continua após a publicidade

(Com Agência Estado)

Publicidade