Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vágner Mancini quer Cruzeiro ofensivo e com apoios dos laterais

O técnico Vagner Mancini não tem dúvidas para escalar o Cruzeiro, que encara o América-TO, neste sábado, na Arena do Jacaré. O treinador vai escalar Roger e Montillo na armação das jogadas, e garante que a formação com dois meias não vai inibir o apoio dos laterais. Mancini argumenta que quer a Raposa bastante agressiva, e por isso, não pode abrir mão do apoio dos alas.

‘Eles não devem mudar. A solicitação que é feita, o pedido que é feito, é para que eles não mudem jamais a forma de jogar. É muito importante que a gente tenha laterais que subam, que apoiem, que dêem vazão à nossa saída de bola’, disse o treinador, que alega que em algumas ocasiões a postura do Cruzeiro é definida de acordo com o adversário.

‘Tudo depende muito do esquema de jogo do adversário. Já tive oportunidade de enfrentar equipes que jogavam com dois atacantes mais abertos, e tive que segurar os dois laterais. Dificilmente acontece. Até pela boa atuação do Marcos e do Diego Renan nesse último jogo, espero que eles possam encontrar os espaços necessários para subir e ser até mais ofensivos do que foram contra o Democrata-GV’, declarou.

Vágner Mancini destaca que a vitória diante do América-TO é fundamental para que o Cruzeiro não fique longe da primeira colocação do Mineiro, por isso, não abre mão de um triunfo. ‘Nosso objetivo é ganhar o jogo. Temos de nos impor, ainda mais sendo em Sete Lagoas. É importante vencer, porque dessa forma a gente se mantém perto de América-MG e do Atlético-MG’, comentou.

O Cruzeiro vai entrar em campo contra o Dragão do Vale do Mucuri com a seguinte formação: Fábio; Marcos, Léo, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Roger e Montillo; Wellington Paulista e Anselmo Ramon.