Clique e assine com 88% de desconto

Uruguai bate o Peru e é o vice-líder das Eliminatórias

Por Da Redação - 10 jun 2012, 18h37

Por AE

Montevidéu – Apesar de jogar em casa contra o lanterna das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014, que acontecerá no Brasil, o Uruguai sofreu para bater o Peru por 4 a 2, neste domingo, no estádio Centenário, em Montevidéu, pela sexta rodada. O time uruguaio vencia por 2 a 0 e cedeu o empate, mas depois chegou ao triunfo no segundo tempo.

Com a vitória, os uruguaios assumiram a vice-liderança do torneio classificatório com 11 pontos, um a menos que o Chile (a Argentina, com 10 pontos, não jogou nesta rodada e tem uma partida a menos, assim como o Uruguai, em relação aos chilenos, que bateram a Venezuela no último sábado). O Peru é o último colocado, com apenas três pontos.

Na sétima rodada, marcada para o dia 7 de setembro, o Uruguai terá um difícil compromisso contra a Colômbia, em Bogotá. Já o Peru tentará a recuperação contra a Venezuela, em Lima.

Publicidade

O Uruguai abriu 2 a 0 no primeiro tempo explorando a fragilidade da defesa peruana. Aos 15 minutos, Coates cabeceou e o árbitro brasileiro Leandro Pedro Vuaden validou o gol, embora os peruanos tenham reclamado que a bola não havia entrado. Aos 29, Maxi Pereira aproveitou rebote do goleiro Penny e ampliou a vantagem. Só que, pouco antes do intervalo, o Peru diminuiu com um gol contra de Godín, o segundo consecutivo do zagueiro (ele já havia anotado contra a Venezuela).

Na segunda etapa, os erros defensivos mudaram de lado. Sem o capitão Diego Lugano, o Uruguai permitiu que os peruanos empatassem com o atacante Guerrero, logo aos dois minutos. Três minutos depois, Cavani sofreu pênalti. Forlán bateu bem, mas Penny se redimiu das falhas e defendeu a cobrança.

Foi aí que brilhou a estrela do meia Cristian Rodríguez. E em seu primeiro lance, o jogador marcou o gol do triunfo uruguaio, aos 17 minutos. O Uruguai, abafou o Peru, que ainda conseguiu se salvar por duas oportunidades até Rodríguez aproveitar rebote de Penny e mandar a bola para o fundo das redes.

Mesmo em vantagem, o Uruguai continuou pressionando e conseguiu marcar o quarto gol no último lance da partida. Cavani recebeu passe de Cristian Rodríguez e deixou o volante Eguren, que havia entrado quatro minutos antes, livre para finalizar a partida e assegurar os três pontos.

Publicidade