Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tricolor tropeça no Coxa e chega a sete jogos sem vitória no Brasileiro

A vitória sobre o Libertad na Copa Sul-americana havia dado uma perspectiva de reação do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Mas o encanto no torneio nacional ainda não acabou. Neste domingo, o Tricolor foi ineficiente no ataque e amargou um empate por 0 a 0 com o Coritiba, no estádio do Morumbi.

Durante os 90 minutos, o São Paulo foi instável, porém criou mais oportunidades em relação ao rival. Nos momentos em que ficou mais próximo do gol, a equipe paulista parou na grande atuação do goleiro Vanderlei.

Com o resultado, o São Paulo chega a 49 pontos e completa sete partidas sem vitória no Brasileiro. O tropeço em casa é mais um golpe no sonho do torcedor em ver o time brigando pelo título e até pela Libertadores. O Coritiba, por sua vez, soma 42 pontos e deve ficar na região de classificação da Sul-americana.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, as duas equipes entram em campo no domingo. O São Paulo viaja até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, às 16 horas, em São Januário. Às 18 horas, o Coritiba enfrenta o América-MG, no Couto Pereira. Pela Copa Sul-americana, o Tricolor enfrenta o Libertad, do Paraguai, na quarta-feira, fora de casa.

O Jogo -A vitória diante do Libertad-PAR na quarta-feira fez bem ao São Paulo, que demonstrou confiança para pressionar o Coritiba no início. Na função de pivô, Luis Fabiano criou a primeira oportunidade para Juan finalizar aos seis minutos. A bola raspou o poste direito do goleiro Vanderlei.

Aos poucos, o Coritiba passou a equilibrar as ações em jogadas pelas laterais. Porém, a principal arma visitante era nas jogadas de bola parada com Marcos Aurélio. Ainda assim, o São Paulo era mais perigoso. Aos 19 minutos, Lucas aproveitou falha de Willian, arrancou, invadiu a área e pecou pelo capricho excessivo: o chute por cobertura foi desviado pelo goleiro Vanderlei.

Pouco depois, a partida ficou paralisada por quase cinco minutos em função das contusões de dois atletas do Coritiba: o goleiro Vanderlei e o meia Rafinha. O tempo ocioso esfriou o ataque do São Paulo.

O Coritiba aproveitou para adiantar as linhas e assustarprincipalmente nos chutes de longe de Léo Gago. O arremate mais perigoso do volante raspou o poste esquerdo de Rogério Ceni aos 41 minutos. A torcida respirou fundo.

O São Paulo só acordou nos acréscimos, em duas finalizações seguidas, através de Luis Fabiano e João Filipe, que pararam em Vanderlei. Ainda assim, em função da queda nos 20 minutos finais do primeiro tempo, o balanço foi negativo para os donos da casa.

Para a etapa final, o São Paulo voltou modificado: Marlos foi a novidade no lugar de Lucas. Sem um criador nato no meio-campo, uma carência antiga, o Tricolor ganhava perspectiva de melhorar o nível de suas jogadas pelas pontas.

A alteração melhorou o São Paulo. Em 14 minutos, Vanderlei foi obrigado a trabalhar três vezes, em arremates do próprio Marlos, de Cícero e Rhodolfo. A torcida que compareceu ao Morumbi se animou com a evolução do time.

Apesar de cobrança de falta perigosa de Marcos Aurélio aos 15 minutos, o São Paulo seguia com o domínio das ações. Vanderlei era, entretanto, uma incômoda barreira. Inspirado, o goleiro do Coxa parou mais duas conclusões, de Marlos e Luis Fabiano.

Sem sucesso nas tentativas de gol, o São Paulo fez mais duas alterações: Jean e Fernandinho foram as novidades nos lugares de Casemiro e Cícero. No fim, os donos da casa tentaram o abafa definitivo, mas pararam outra vez no destaque da partida, o goleiro Vanderlei, do Coritiba. Final: 0 a 0