Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Triagem da PM barra ingressos falsos de boquenses antes da catraca

Dezenas de torcedores do Boca Juniors com ingressos falsos foram barrados no Pacaembu e não poderão acompanhar a final contra o Corinthians. De início, eles eram contidos apenas no momento de entrar. Mais tarde, a Polícia Militar antecipou o processo e passou a verificar o bilhete a cerca dez metros da catraca.

Com uma lâmpada fosforescente, um policial confere a marca d’água característica do ingresso verdadeiro. Caso seja falso – como ocorre com quatro a cada dez, em média -, a entrada é apreendida e o torcedor é retirado da fila

Aqueles que portavam ingresso verdadeiro eram liberados em direção ao portão, porém passavam antes por minuciosa revista. Os policiais não permitem a entrada com adereços que façam menção a outros clubes brasileiros – em especial rivais do Corinthians – nem bandeiras do Brasil.

A triagem diminuiu a confusão estabelecida no instante em que o portão 22 (dos visitantes) foi aberto, pouco antes das 18 horas. Muitos boquenses avançaram às catracas e foram afastados de maneira enérgica pelos policiais, que não se mostravam dispostos a conversar com os torcedores portando bilhete falsificado.

O Corinthians repassou ao todo 2.450 ingressos para o Boca Juniors, exatamente a mesma carga recebida para a partida de ida, em La Bombonera, na semana passada. Assim como o clube brasileiro, o argentino esgotou a venda para associados rapidamente.

A partida que vai decidir o campeão da Copa Libertadores deste ano começa às 21h50. Com o empate de 1 a 1 em Buenos Aires, sagra-se campeão quem vencer nesta noite. Uma nova igualdade força disputa na prorrogação.