Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Treze acusa Campinense de facilitar o jogo contra o Sousa

O Treze parece não ter se conformado com a perda da vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro, que tem início neste mês de maio. No último final de semana, o Sousa, seu concorrente direto pela vaga, derrotou o arquirrival Campinense, pela decisão do segundo turno do Campeonato Paraibano. Com a derrota, o Galo ficou de fora do nacional.

‘O que aconteceu aqui foi uma imundície! Havia um interesse em ver o Treze fora da Série D e da Copa do Nordeste porque somos como o Flamengo e o Corinthians, o time a ser batido. Tudo foi feito de forma escusa’, disse Hélio Soares, vice-presidente do Treze.

De acordo com o mandatário, os jogadores do Campinense teriam feito ‘corpo mole’ para prejudicar o maior rival, o Treze. Uma possível ‘prova’ está na declaração de Aldeone Abrantes, presidente do Sousa, que teria dito a um site local que o título do segundo turno estava ganho.

‘Na sexta-feira ele disse a um site que o jogo estava ganho. Como, se o Campinense tinha vencido por 4 a 3 fora de casa e podia perder por um gol de diferença na volta?’, questionou Soares.

Válber Maxwell, assessor jurídico do Treze, também polemizou. ‘Nem buzinaço, nem fogos. Apenas o silêncio da vergonha’, escreveu Maxwell em seu perfil oficial no Twitter.

Sob esta acusação, o Campinense volta a campo nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), quando visita o Sousa, no Estádio Marizão, pela decisão do Paraibano.