Clique e assine a partir de 9,90/mês

Treinadora assume seleção de base na Itália

Ex-jogadora e ícone do futebol feminino no país assumirá a equipe sub-16 no lugar de Daniele Zoratto, que treinará a sub-19

Por Da redação - 16 mar 2017, 18h16

Patrizia Panico se tornou a primeira mulher a treinar uma seleção masculina da Itália. Nesta quinta-feira, a Federação Italiana de Futebol anunciou que a ex-jogadora trabalhará como técnica interina da equipe sub-16, substituindo Daniele Zoratto, que assumirá a sub-19 no mesmo período.

Patrizia é considerada a maior jogadora da história do futebol feminino no país. É recordista em atuações pela seleção da Itália, com 204 jogos, e também em gols, com 110 marcados, de acordo com dados da Federação. Ela jogou até 2016, quando se aposentou em sua passagem pela Fiorentina.

Aos 42 anos, Patrizia treinará a seleção sub-16 da Itália em dois amistosos contra a Alemanha, nos dias 22 e 24 de março. A primeira partida será em Verona, e servirá para testes do VAR (sistema de vídeo auxiliar à arbitragem), e a segunda será em Terme.

“Ainda precisamos derrubar muitos muros, e esta é uma decisão que os faz refletir. Ser a primeira mulher técnica na equipe nacional dos homens é uma grande conquista, e penso que esta primeira vez pode ser também de muitas outras colegas”, disse Panico, ao jornal italiano Gazzetta dello Sport.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade