Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Torcida vascaína exalta time mesmo com empate e perda do título

Por Da Redação 4 dez 2011, 19h21

Nem os gritos de ‘vice de novo’ da torcida rubro-negra foram capazes de estragar a festa vascaína após o encerramento da temporada de 2011, certamente a melhor dos últimos dez anos no clube. Mesmo com o empate por 1 a 1 ante o Flamengo, neste domingo, no Engenhão, os aficionados saíram do estádio aos gritos de ‘Vasco!’.

A alegria dos cruz-maltinos se deu pelo título conquistado da Copa do Brasil, no primeiro semestre, e pela excelente campanha no Campeonato Brasileiro, no qual conquistou o vice-campeonato após a igualdade diante do grande rival.

Além disso, o clube teve participação honrosa na Copa Sul-americana, conquistando classificações heroicas contra o Universitario, do Peru, e o Aurora, da Bolívia, caindo apenas frente ao bom time da Universidad de Chile.

Outro ponto que fez o ano ficar amrcado na memória do torcedor foi o problema de saúde enfrentado pelo técnico Ricardo Gomes, que sofreu um Acidente Vascular Encefálico (AVE) diante do próprio Flamengo, no primeiro turno.

O time foi ganhando força com a recuperação de seu comandante e, sob a batuta do auxiliar Cristóvão Borges, teve um encerramento de ano. Para Borges, faltou apenas o caneco do Nacional para selar as alegrias.

‘A temporada foi maravilhosa, com um começo dificílimo, mas a gente foi se acertando, conseguimos montar uma equipe que foi campeã. Faltou agora o título, mas estamos de parabéns pelo nosso ano’, encerrou.

Continua após a publicidade
Publicidade