Clique e assine a partir de 9,90/mês

Torcedores se mobilizam para Riquelme não sair do Boca Juniors

Por Da Redação - 10 jul 2012, 14h13

Uma invasão azul e amarela em La Boca, região onde fica o estádio La Bombonera, do Boca Juniors, pede que Riquelme não deixe a equipe, como anunciou o jogador após a derrota na final da Copa Libertadores de América.

No desembarque em Buenos Aires depois da derrota para o Corinthians na semana passada, Daniel Angelici, presidente do clube argentino, havia dito que esperava conseguir mudar a decisão do meia.

Pois bem, cinco mil xeneizes resolveram tentar e tomaram a rua Brandsen, onde fica a entrada principal do clube. Trajados com camisas do Boca e portando bandeiras e faixas, entoaram músicas para que o craque continue vestindo a camisa 10 da equipe.

Leia Mais:

Continua após a publicidade

Leia Mais:

Continua após a publicidade

Além de exaltar o Riquelme, pedindo um ‘fico’, os torcedores aproveitaram para criticar o presidente Angelici e o técnico Julio César Falcioni, que não teria um bom relacionamento com o jogador.

Tudo foi organizado pelas redes sociais, mesmo com a negativa da diretoria em abrir os portões de La Bombonera por questões de segurança. Em várias outras cidades argentina, como Mar del Plata, Mendoza e Rosario foram registradas manifestações de torcedores pedindo que Juan Román Riquelme não dê adeus.

Há anos, o craque tem dito que deseja encerrar a carreira com a camisa do Boca Juniors, mas ainda não se sabe se sua saída do clube é também do futebol ou se ele jogará por outro time.

Publicidade