Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Tite diz que está com a boca seca de tanta ansiedade

Por Da Redação - 23 maio 2012, 11h00

Por Paulo Favero

São Paulo – Prestes a entrar em campo para comandar o Corinthians, que pode garantir a classificação para a semifinal da Libertadores nesta quarta-feira contra o Vasco, no Pacaembu, o técnico Tite garante que está bastante ansioso. Ele sabe que milhões de torcedores aguardam esta partida com muita ansiedade e se coloca no lugar de cada um. “Eu estou com a boca seca, a adrenalina está a milhão. Quando é assim nem consigo dormir direito. Sou um ser humano”, disse.

Ele explica que o papel da Fiel torcida será muito importante para ajudar o clube a repetir o feito de 2000, quando ficou entre os quatro melhores na competição sul-americana. “A emoção estará aflorada, é inevitável. A música que mais gosto é ‘Corinthians minha vida, Corinthians minha história, Corinthians meu amor’. Quando bate lá em cima, arrepia tudo”, explicou.

Tite é emotivo e a cada resposta ele tem na memória os momentos que já passou, bons ou ruins, não importa. E ele sabe que o Corinthians terá de ser perfeito para sair vitorioso no Pacaembu. “A função do técnico é preparar a equipe para todas as situações. Eu tento aproveitar o melhor momento de cada um sem quebrar uma mecânica da equipe e o que vai pesar são os aspectos físicos, técnicos, táticos e emocional. Além da qualidade dos atletas”.

Publicidade

A estratégia é bem clara: marca firme os jogadores do Vasco e usar a boa movimentação dos jogadores a seu favor. O técnico não quer ver a partida indo para a disputa de pênaltis e ele sabe que será um confronto equilibrado. Tite também sabe que usará o regulamento somente nos últimos minutos. “Vamos administrar situações apenas no final do jogo”, avisou.

Publicidade