Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tirone adota postura ‘mais agressiva’ e ainda pensa em reforços

O presidente Arnaldo Tirone demonstra que ainda está em busca de mais jogadores para reforçar o elenco do técnico Luiz Felipe Scolari. Depois da chegada de cinco novos atletas, o dirigente admitiu estar com uma postura diferente em relação ao ano passado, quando a ordem era baixar custos.

‘Este ano, precisamos ser um pouco mais agressivos, mas no ano passado também contratamos jogadores, como o Luan e o Henrique. Mesmo assim, sei que não podemos estar contentes, entendo a torcida e vou fazer de tudo para o Palmeiras continuar crescendo’, afirmou.

Até o momento, o Verdão acertou as contratações do lateral direito Artur (ex-São Caetano), do lateral esquerdo Juninho (ex-Figueirense), do zagueiro paraguaio Adalberto Román (ex-River Plate-ARG), do meia Daniel Carvalho (ex-Atlético-MG) e do atacante argentino Hernán Barcos (ex-LDU-EQU).

Agora, o principal alvo do Verdão é o meio-campista Wesley, que ganhou projeção pelo Santos e atualmente defende o Werder Bremen, da Alemanha.

‘Ele interessa ao Palmeiras, é um jogador muito bom, mas ainda não é algo concreto. Pode ser o Wesley ou outro atleta’, desconversa Tirone, preocupado em não estourar o orçamento.

‘Nossa administração é pautada pelo equilíbrio financeiro’, explica o dirigente, que mantém o clube com os salários dos atletas em dia, algo que já foi elogiado pelo técnico Luiz Felipe Scolari.