Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Time treinado por Paulão é campeão da Superliga B

Por AE

Canoas – O Apav/Canoas, do Rio Grande do Sul, faturou neste domingo o título da primeira edição da Superliga B, segunda divisão do principal torneio masculino do vôlei do País. Jogando em casa, o time gaúcho venceu Funvic/Midia Fone, de Pindamonhangaba (SP) por 3 sets a 1 (25/23, 26/24, 22/25 e 25/22) e se garantiu na próxima edição da Superliga.

A conquista foi especial para o treinador do Canoas, o campeão olímpico de 1992, Paulão, que não conteve as lágrimas após vencer a primeira competição como treinador. “Estou emocionado. Sou um apaixonado por vôlei e não deveria ter ficado tanto tempo longe das quadras. Na minha casa, todos comem, vivem e respiram esse esporte. Essa equipe foi montada em cima da hora, mas todos se comprometeram com o projeto. O grupo todo está de parabéns”, disse Paulão.

O time gaúcho encerrou a competição com uma campanha de apenas uma derrota em 15 jogos. O destaque da equipe foi o ponteiro Minuzzi, ex-jogador da seleção brasileira. “O objetivo é sempre ser campeão. A Superliga B é importante para o crescimento do voleibol brasileiro. O grupo, mesmo sendo montado tarde, se uniu na busca por essa vaga. O Rio Grande do Sul merece estar na elite do vôlei verde e amarelo”, afirmou o jogador.

Discurso semelhante é adotado pelo agora técnico Paulão. “Também estou feliz por estarmos reconstruindo a história do voleibol do Rio Grande do Sul. Esse estado precisa estar inserido no cenário do voleibol. Agora temos que buscar ainda mais investimento para seguirmos o nosso caminho”, explicou o treinador da equipe de Canoas.

Pelo lado do Funvic/Midia Fone, o treinador João Marcondes ficou satisfeito com a campanha da equipe de Pindamonhangaba, mas lamentou a atuação do time nos momentos decisivos da final. “Temos uma equipe jovem, que sentiu a falta de um jogador importante na partida de hoje (domingo). O Luis (ponteiro que desfalcou o time na decisão), seria uma opção importante em algumas situações de jogo. Ele é um referencial dentro da equipe”, disse o treinador.