Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Tênius exalta luta, mas lamenta perda de vaga na Libertadores

Por Da Redação 4 dez 2011, 20h43

O Botafogo encerrou a temporada 2011 de forma amarga, como já vem se tornando rotina para o clube da Estrela Solitária. O empate por 1 a 1 diante do Fluminense, em Volta Redonda, selou mais uma temporada do ‘quase’, e, para piorar, tudo isso em meio ao grande momento vivido pelos rivais.

A nona colocação, por sinal, foi a pior dentre os cariocas no Campeonato Brasileiro. O Alvinegro é ainda o único clube da cidade que não conquistou vaga para a Copa Libertadores, tendo que se contentar com a Copa Sul-americana.

Após lutar contra o rebaixamento em 2009, o time fez boa campanha no ano passado, brigando na parte de cima da tabela até o final. Porém, com uma derrota por 3 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre, acabou vendo a chance de disputar o principal torneio da América do Sul escapar de suas mãos.

O técnico interino Flavio Tênius, que comandou a equipe após a demissão de Caio Junior, mandado embora duas rodadas antes do término do Nacional, lamentou mais um ano em que os torcedores acabam com ‘gosto amargo’ na boca.

‘Todos jogadores demonstraram profissionalismo no dia a dia. É uma pena perder essa vaga na Libertadores, mas a gente teve chances em todos os jogos, você erra uma ou outra vez e acaba perdendo as oportunidades’, comentou.

Tênius, que deve dar lugar a Oswaldo de Oliveira no próximo ano, deixou ainda uma mensagem de esperança para 2012. ‘Às vezes, como aconteceu esse ano, não dá pra melhorar. Acho que uma vitória seria melhor para encerrar, mas vamos tentar vir melhores para o ano que vem’, encerrou.

Continua após a publicidade
Publicidade