Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Técnico do Bayern diz que classificação foi merecida

Por AE

Madri – O mundo do futebol aguardava por uma final histórica entre Barcelona e Real Madrid na Liga dos Campeões, mas Chelsea e Bayern de Munique trataram de acabar com a festa. Para o técnico Jupp Heynckes, o fato de a sua equipe ter eliminado os madrilenhos em pleno Santiago Bernabéu e avançado à decisão não é uma surpresa. Já a classificação do Chelsea, sim.

“Para mim, não é uma surpresa estar na final porque o Bayern teve grandes confrontos contra grandes equipes e temos demonstrado que somos uma grande equipe: forte mental e fisicamente. A surpresa foi no Camp Nou”, disse o treinador do Bayern de Munique, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva depois de eliminar o Real Madrid.

Heynckes avaliou como “dramático” o jogo desta quarta, vencido pelo Real Madrid por 2 a 1 no tempo normal e pelo Bayern nos pênaltis. “Não tivemos tempo para reproduzir tudo que pensamos. As duas equipe jogaram uma partida magnífica. Com prorrogação, pênaltis, chances de gol, bom comportamento tático. A classificação foi merecida”, lembrou o técnico.

Para ele, o mais difícil foi conseguir superar o baque depois que o Real Madrid abriu 2 a 0. “Todos sabem o ambiente que reina aqui (no Santiago Bernabéu) e que é difícil de reverter. Depois minha equipe dominou. Nos livramos da pressão e melhoramos de vez. Ofensivamente e depois em todos os sentidos.”

Com relação à final do dia 19 de maio, contra o Chelsea, Heynckes previu um duelo emocionante. “Somos a primeira equipe a jogar a final em seu próprio estádio, mas está claro que não será fácil. Jogar em casa vai ser algo igual superar o Real e chegar à classificação em seu estádio”, concluiu o treinador, que não vai poder contar com David

Alaba, Holger Badstuber e Luiz Gustavo, todos suspensos para a final.

Ao fim do jogo, ele recebeu no vestiário do Bayern de Munique a visita de José Mourinho, que foi até lá parabenizar a equipe alemã pela classificação à final. “Isso é ter classe”, comentou Heynckes.