Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sporting sofre virada incrível, mas elimina o City na Liga Europa

Redação Central, 15 mar (EFE).- Após ter vencido o jogo de ida das oitavas de final da Liga Europa por 1 a 0 em Portugal, o Sporting abriu uma vantagem de 2 a 0 sobre o Manchester City nesta quinta-feira no estádio Etihad, mas quase colocou a classificação a perder, perdendo por 3 a 2 de virada.

No fim, o fato de ter feito mais gols fora de casa garantiu a equipe de Lisboa nas quartas, o que a coloca como única representante de Portugal a ainda estar viva no torneio. Já a Inglaterra, que também teve a queda do Manchester United nesta quinta, não tem mais times na disputa.

Após ter sido derrotado pelo Swansea no último fim de semana e perdido a liderança do Campeonato Inglês, o City não mostrou um bom futebol no primeiro tempo, mas, na base da raça e dos erros do adversário, reagiu no segundo.

Autor do gol da vitória no primeiro jogo, o zagueiro Xandão, ex-São Paulo, quase abriu o placar logo aos sete minutos do primeiro tempo, subindo mais que a marcação após o escanteio cobrando por Fernández. A cabeçada passou perigosamente por cima do travessão.

Além de Xandão, a equipe lusa contou com outros dois brasileiros, o também defensor Ânderson Polga, campeão mundial com a seleção em 2002, e o jovem meia Renato Neto, de 20 anos, que viria a ter participação negativa na segunda etapa.

Os donos da casa até atacaram mais, mas quem fez o primeiro gol foi o Sporting, aos 32 minutos. Balotelli empurrou Insúa e, apesar da reclamação do italiano, o árbitro marcou falta na esquerda. Fernández foi para a bola e acertou o canto esquerdo de Hart.

Embalado, o time português fez 2 a 0 sete minutos depois, mais uma vez na bola parada. Anderson Polga cobrou falta para Izmailov, que tabelou com Pereirinha e bateu rasteiro para Van Wolfswinkel completar na pequena área.

Mais por um recuo do adversário que pela própria competência, a equipe anfitriã atacou mais no segundo tempo e diminuiu a diferença aos 14 minutos. Balotelli acionou Richards na direita, recebeu de volta e tocou no meio da área para Agüero. O argentino dominou e concluiu na saída do goleiro Rui Patrício.

Os ‘Citizens’ foram cada vez mais para cima e, intimidada, a zaga lusa continuava falhando. Aos 29 minutos, Renato Neto deu um carrinho em Agüero na linha da área, e o árbitro marcou pênalti. Com estilo, Balotelli deixou o goleiro no meio do gol e empatou com um toque sutil.

A virada veio aos 36 minutos, com mais um gol de Agüero. Escanteio cobrado, Balotelli desviou no primeiro pau e o argentino arrematou no segundo.

Os quase 15 minutos finais foram de muita emoção, e o City por muito pouco não fez o quarto gol, que seria o da classificação. No último lance da partida, a zaga afastou parcialmente após novo escanteio, De Jong cruzou e o goleiro Hart, que foi para área, cabeceou buscando o canto. Rui Patrício espalmou e salvou o Sporting da eliminação.

Em Istambul, com os brasileiros Miranda e Filipe Luis em campo, o Atlético de Madri voltou o a vencer o Besiktas, desta vez por 3 a 0, e também se classificou.

O primeiro gol dos madrilenhos no estádio BJK Ynonu foi marcado por Adrián, aos 25 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, Falcao ampliou aos 38, e Salvio fechou a contagem aos 49 minutos.

A equipe espanhola já entrou em campo em vantagem, pois havia levado a melhor por 3 a 1 no primeiro jogo, disputado no Vicente Calderón.

Quem, assim como o Sporting, também obteve a vaga de forma emocionante foi o Schalke 04. Derrotado por 1 a 0 na ida pelo Twente, na Holanda, o time de Gelsenkirchen saiu atrás no placar, graças ao gol marcado Janssen, aos 14 minutos do primeiro tempo.

Eram necessários então três gols para que os alemães se classificassem. E eles conseguiram quarto, três deles com o holandês Huntelaar. Jones também deixou o dele.

Por sua vez, o Metalist, dos meias Cleiton Xavier e Marlos e do atacante Taison, arrancou a classificação nos minutos finais diante do Olympiacos, no estádio Georgios Karaiskakis, em Atenas. Depois de ter perdido por 1 a 0 como mandante na ida, a equipe ucraniana bateu os gregos por 2 a 1 de virada.

Marcano foi o encarregado de balançar a rede para os donos da casa, aos 15 minutos da etapa inicial. Mas no segundo tempo, faltando apenas dez minutos para o apito final, aconteceram os dois gols dos visitantes. Aos 36, Villagra aproveitou passe de Taison e empatou. E aos 41, Devic, que perdeu um pênalti quando o placar ainda estava em 1 a 0, se redimiu e desempatou.

Os confrontos de quartas de final da Liga Europa ainda não estão definidos e serão conhecidos nesta sexta-feira, em sorteio realizado pela Uefa em Nyon (Suíça). EFE