Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem Villa, espanhois cogitam que Barça acelere negociação por Neymar

Ao fraturar a tíbia esquerda durante a goleada sobre o Al Sadd, David Villa deve acelerar a busca do Barcelona em contratar Neymar. Este é o raciocínio do jornal espanhol Marca, que prevê conversas mais avançadas do clube catalão com o adversário na final do Mundial de Clubes no domingo, no Japão.

A equipe azul-grená ficou na frente do Real Madrid na tentativa de levar o atacante do Santos quando o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro anunciou o acordo com o jogador para mantê-lo na Vila Belmiro até a Copa do Mundo de 2014. A decisão foi uma derrota para os merengues.

Os dirigentes madrilenhos já haviam até liberado médicos para realizar exames no jogador de 19 anos, contando que poderia contar com ele a partir de julho. Ao encurtar seu compromisso e garantir um salário maior, que o seduziu a ficar no Brasil, Neymar irritou não só os dirigente da equipe da capital espanhola, mas também o técnico José Mourinho.

A informação, contudo, fez Sandro Rossel, presidente do Barça, sorrir. E se sentir à vontade para manter o que o jornal Marca chama de ‘Operação Neymar’. A ação consiste em um dossiê sobre o atleta iniciado ainda quando ele estava nas categorias de base do Peixe e que o credenciam a ser contratado.

Com a necessidade de Guardiola em reforçar seu ataque, os dirigentes catalães devem antecipar as conversas para tentar convencer o Santos e o próprio Neymar a se juntar ao atual campeão europeu já em janeiro. As conversas poderiam ocorrer ainda no Japão, embora os brasileiros devam se mostrar contrários a qualquer ação antes da decisão do título mundial no domingo.

Mesmo sem Neymar, é certo que haverá uma contratação para substituir Villa e aumentar as opções de ataque para o primeiro semestre de 2012. O técnico Guardiola já teria mostrado sua preferência por Cavani, do Napoli, mas Fernando Torres, do Chelsea, Van Persie, do Arsenal e Tevez, do Manchester City, também são cogitados.