Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sem vencer há sete rodadas, Guará recebe o instável ASA na Série B

Por Da Redação - 9 jul 2012, 20h03

A 18colocação expõe a triste realidade do Guaratinguetá nesta edição do Campeonato Brasileiro da Série B. Com apenas uma vitória em nove partidas, a equipe do técnico Pintado tenta superar o jejum de sete rodadas nesta terça-feira, às 21 horas (de Brasília), no estádio Dario Rodrigues Leite. O adversário é o ASA de Arapiraca, que vive um momento de instabilidade na competição.

Pintado obteve dois empates e uma derrota desde que chegou ao Vale do Paraíba, e até melhorou o rendimento de alguns jogadores do Guará, ainda em busca de um resultado positivo. Mas, em virtude da má fase, liberou sete jogadores do plantel e está perto de anunciar outros nomes como reforços durante a competição.

Enquanto isso não acontece, o Guará se inspira na boa vitória sobre o Ceará, na terceira rodada da Série B, para superar o mau momento, ratificado com seis derrotas e dois empates. Na última rodada, mesmo atuando dentro de casa, a equipe foi derrotada pelo São Caetano por 1 a 0. O único refresco de Pintado é a chance de contar com força total nesta terça-feira, inclusive um reforço – o lateral direito Marlon, ex-Linense.’O elenco está todo à minha disposição, fico mais confortável para escalar o time. Mas nós estamos confiantes nessa reabilitação do Guará, todos estão empenhados em fazer uma boa campanha, o elenco vem crescendo a cada treino. Espero que o time consiga em campo evoluir em relação à partida anterior’, torce Pintado, confiante na recuperação da Garça.

Do lado do ASA, a intenção é espantar a instabilidade na Série B. A equipe do técnico Heriberto da Cunha ocupa a 12colocação, com três vitórias, um empate e cinco derrotas até o momento. Na última sexta-feira, na Ressacada, a equipe foi derrotada pelo Avaí por 2 a 0 vindo de uma vitória por 3 a 1 sobre o ABC. Com dez pontos conquistados, a equipe busca uma sequência de resultados positivos para engrenar na competição.

Continua após a publicidade

Tentando escapar da pressão da torcida, o grupo embarcou direto de Santa Catarina para São Paulo e se concentra em Guaratinguetá até o horário da partida. Dois jogadores que cumpriram suspensão pelo terceiro cartão amarelo contra o Avaí seguiram direto de Arapiraca para Guará: o zagueiro Fabinho e o atacante Lúcio Maranhão, artilheiro do ASA na temporada, com 28 gols. Expulso na Ressacada, Cal já retornou a Alagoas e não entra em campo. A única dúvida é Audálio, que se recupera de lesão no tornozelo direito.

FICHA TÉCNICA

GUARATINGUETÁ x ASA

Local: estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá-SP

Continua após a publicidade

Data: 10 de julho de 2012, terça-feira

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Grazziani Maciel Rocha (RJ)

Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas e Silbert Faria Sisquim (ambos do RJ)

Continua após a publicidade

GUARATINGUETÁ: Saulo; Leandro Silva, Igor, Marquinhos e Renato Peixe; Jairo, Júlio César, Lenílson e Danilo Gomes (Fran); João Paulo e Leandrinho

Técnico: Pintado

ASA: Gilson; Edson Veneno, Gaúcho e Fabiano Pereira (Audálio); Maicon, Cal, Didira, Danilo Cruz, Valdívia e Chiquinho Baiano; Lúcio Maranhão

Técnico: Heriberto da Cunha

Publicidade