Clique e assine a partir de 8,90/mês

Sem reunião, Palmeiras deixa Kleber separado por tempo indeterminado

Por Da Redação - 18 out 2011, 19h00

A tão esperada reunião entre a diretoria do Palmeiras e os representantes do atacante Kleber não aconteceu. Por enquanto, a cúpula alviverde espera amenizar a tensão gerada pelo assunto e deixa o Gladiador treinando separado do restante do elenco por tempo indeterminado.

Apesar de o atleta ter enviado ao clube uma carta pedindo uma posição oficial sobre sua situação, o Palmeiras tem cautela e não confirma o afastamento formal do jogador. O presidente Arnaldo Tirone explicou que o camisa 30 seguirá em horário diferente do restante do grupo.

‘O caso já foi conversado com Luiz Felipe (Scolari) e Kleber na semana passada, e ele segue treinando separado neste momento’, afirmou o mandatário, à rádio Estadão ESPN.

Porém, os representantes do jogador devem cobrar uma postura formal do Palmeiras. Em caso de se configurar um afastamento, o atacante pode ir à Justiça contra o clube.

No Verdão, porém, existe a ideia de que basta manter o atleta apto para atuar para escapar de problemas jurídicos, mesmo se não treinar com os demais jogadores. Kleber tem contrato no Palestra Itália até 2015, com uma multa rescisória de R$ 143 milhões.

Na quarta-feira, enquanto o elenco treinará à tarde, Kleber mais uma vez fará fortalecimento muscular pela manhã, na Academia de Futebol. O Gladiador está fora dos planos de Luiz Felipe Scolari desde que discutiram na terça-feira da semana passada, por conta da confusão envolvendo o volante João Vitor e torcedores.

Depois de ter passado o fim de semana em Portugal para o casamento de seu filho mais velho, Felipão reassume o comando do plantel na tarde de quarta-feira.

Continua após a publicidade
Publicidade