Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Sem explicação para apatia do Coxa, Oliveira exalta partida do Furacão

Por Da Redação 4 dez 2011, 19h41

O Coritiba perdeu na última rodada o Campeonato Brasileiro 2011, com uma derrota por 1 a 0 no clássico diante do Coritiba, a chance de chegar à Libertadores da América, o que só dependia de suas próprias forças. O técnico Marcelo Oliveira não acredita que o fato de jogar na Arena da Baixada tenha influencia o apagão que o tomou conta do time nos 90 minutos.

‘Não tem esse negócio de dentro ou fora de casa. Não jogamos bem. Não marcamos bem no primeiro tempo. Jogamos muito pouco. E porque que aconteceu isso. O adversário marcou muito, com mais inspiração de um ou outro’, disse o treinador, que também lamentou a falha de marcação no gol atleticano. ‘Melhoramos no segundo tempo e em uma bola parada, descuidamos e ela decidiu o jogo’, completou.

O comandante alviverde garante que não houve nenhum problema na preparação ou salto alto, exaltando a boa apresentação do adversário. ‘O Coritiba fez uma preparação muito boa durante a semana. Tinha consciência da dificuldade da partida e da importância do clube. Foi a ação do adversário, combinado com uma infelicidade técnica’, avaliou.

Apesar de não alcançar o objetivo, Oliveira destaca o ano coxa-branca, que acredita ser positivo, com a vaga batendo na porta em duas oportunidades. ‘O Coritiba seria o único time que subiu da segunda divisão e iria para a Libertadores. Nós construímos esse momento. Construímos as 24 vitórias no Paranaense e a final da Copa do Brasil. Agora esse momento de concorrer com grandes do futebol brasileiro’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade