Clique e assine com até 92% de desconto

Seleção feminina faz história com tetra no Pan e melhor colocação no Mundial

Por Da Redação 22 dez 2011, 17h16

Madri, 22 dez (EFE).- A seleção brasileira feminina de handebol manteve em 2011 o domínio continental ao conquistar pela quarta vez consecutiva a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, que neste ano foram realizados em outubro, em Guadalajara, e ainda alcançou a melhor colocação de sua história no Campeonato Mundial.

Estados Unidos, Uruguai, República Dominicana, México e Argentina não foram páreo para a equipe brasileira, que venceu todas as partidas no Pan por uma diferença mínima de 14 pontos.

O resultado mais surpreendente, no entanto, aconteceu em dezembro. Pela primeira vez, o Mundial foi sediado por um país sul-americano. No ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, a seleção anfitriã passou invicta pela fase de grupos, atropelou Costa do Marfim nas oitavas e cruzou com a Espanha nas quartas.

Contra as espanholas, a partida foi emocionante e decidida com um gol a 15 segundos do fim. Apesar do revés, o Brasil se reergueu, bateu a Croácia por um gol, atropelou a Rússia, tetracampeã mundial, e terminou o torneio em quinto lugar.

O título ficou com a Noruega, que não teve grandes dificuldades para derrotar a França por 32 a 24 na decisão e alcançar o bicampeonato. A Espanha ficou com o bronze.

Continua após a publicidade

A seleção feminina conta com 13 jogadoras que atuam em equipes de alto nível na Europa, como as alas Denoise, do Itxako Navarra (Espanha), e Duda, do Gyori (Hungria).

Entre os homens, o Brasil perdeu para a Argentina na final do Pan e corre o sério risco de ficar fora dos Jogos Olímpicos, o que aconteceu apenas uma vez nos últimos 20 anos, em 2000. Para evitar essa situação, a seleção terá que obter uma das vagas do duro pré-olímpico da Espanha, em abril.

Se no feminino o desempenho no Mundial foi histórico, no masculino deixou a desejar. A equipe deixou a competição disputada na Suécia, em janeiro, sem uma vitória sequer.

A seleção masculina argentina fez história ao conseguir, pela primeira vez, a classificação para os Jogos Olímpicos com o triunfo sobre o Brasil na final do Pan.

Pouco popular no país vizinho, o handebol conseguiu, além do título e da vaga, fazer a melhor campanha de sua história no Mundial da Suécia, com direito a vitória sobre os anfitriões e um 12º lugar. EFE

jv/cs/dr

Continua após a publicidade
Publicidade