Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo sofre um gol em cada tempo e é eliminado da Sul-Americana

Redação Central, 26 out (EFE).- Com a vantagem de ter vencido a partida de ida por 1 a 0, no Morumbi, o São Paulo poderia até ter perdido por um gol de diferença para o Libertad nesta quarta-feira, mas foi derrotado por 2 a 0 no estádio Nicolás Leoz, em Assunção, e foi eliminado da Copa Sul-Americana nas oitavas de final.

O Tricolor se volta agora para o Campeonato Brasileiro, em que ainda luta pelo título, ou pelo menos por uma vaga na Taça Libertadores de 2012, embora esteja fora do G5. Atualmente, o time paulista é o sexto colocado, com 49 pontos, oito a menos que o líder Vasco.

Já o Libertad terá que encarar nas quartas a campeã da Sul-Americana de 2009, a LDU, que nas oitavas deixou para trás o Independiente, detentor do título.

O primeiro gol da equipe paraguaia foi marcado logo aos sete minutos da etapa inicial, e surgiu de um lance infeliz de Luís Fabiano. O atacante quis ajudar a defesa, mas fez pênalti em Maciel. Na cobrança, Sergio Aquino encheu o pé no meio do gol e estufou a rede de Rogério Ceni, que caiu para a direita.

Na melhor chance do Tricolor no primeiro tempo, ainda aos 14 minutos, Dagoberto fez boa jogada individual e tocou para Piris, que carimbou a trave esquerda de Medina.

Na segunda etapa, aos 19, a equipe paulista chegou a balançar a rede adversária, mas o lance foi invalidado pela arbitragem colombiana. Rhodolfo cabeceou livre após cruzamento de Dagoberto, mas estava em posição irregular.

Três minutos depois, o Libertad marcou o segundo. Nuñez foi acionado dentro da área por Gamarra e encheu o pé. A bola bateu na trave, nas costas de Ceni e entrou.

O São Paulo sentiu o golpe, e não teve forças para buscar o gol que lhe daria a classificação, mesmo com as alterações feitas por Leão, que inclusive sacou Luís Fabiano no intervalo para colocar Fernandinho em seu lugar.

Nos últimos minutos, os visitantes pouco criaram e ainda tiveram duas más notícias: a substituição de Rogério, que sentiu dores, e a expulsão do lateral Juan. Na última tentativa brasileira, aos 46, Lucas pegou a sobra na entrada da área, mas finalizou para fora. EFE