Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

São Paulo brinca sobre protecionismo a Oscar: Somos sedutores

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 14h30 - Publicado em 21 abr 2012, 18h01

O São Paulo mantém viva a esperança de incluir o meia Oscar de volta ao seu elenco. Neste sábado, o vice de futebol do time paulista, João Paulo de Jesus Lopes, foi irônico ao falar sobre a postura do Internacional de proibir qualquer contato do Tricolor com o atleta.

‘Eles fazem isso porque talvez nós sejamos sedutores’, afirmou o dirigente, na tarde deste sábado, antes da partida contra o Bragantino, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

O São Paulo recuperou os direitos de Oscar no começo de fevereiro. Assim, o meio-campista está impossibilitado de defender a agremiação gaúcha no Estadual e na Copa Libertadores da América.

De forma pública, Oscar expressou a vontade de permanecer no Rio Grande do Sul. A diretoria do Internacional chegou a abrir uma negociação para comprar os direitos junto ao São Paulo, porém não obteve sucesso.

Portanto, o São Paulo segue com a expectativa de debater o assunto com o próprio Oscar. ‘Nós gostaríamos de uma conversa pessoal. Sabemos de pressões e interesses. Enquanto não nos convencermos de que ele não quer voltar ao São Paulo, a única hipótese é a volta’, explicou João Paulo de Jesus Lopes.

Para evitar novas discussões na esfera da Justiça, o São Paulo assegura que está cumprindo com as obrigações salariais do contrato de Oscar. ‘O São Paulo vai sempre depositar na conta dele, entendemos que é uma obrigação. A partir do instante que a Justiça restabeleceu o contrato, temos obrigação de fazer os pagamentos. Estamos ampliando os valores para que o jogador não seja prejudicado’, destacou João Paulo de Jesus Lopes.

Continua após a publicidade
Publicidade