Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo aponta expulsão como responsável por derrota

Por AE

São Paulo – Os jogadores e a comissão técnica do São Paulo apontaram a expulsão do zagueiro João Filipe como o motivo principal pela derrota por 1 a 0 sofrida neste domingo no clássico contra o Corinthians. Para o técnico Emerson Leão, o elenco são-paulino já havia sido avisado sobre o comportamento do atacante corintiano Jorge Henrique, que costuma provocar o adversário e acabou sofrendo a falta que resultou no cartão vermelho para João Filipe.

“O que o Jorge Henrique fez, está acostumado a fazer sempre. É um direito dele”, comentou o técnico do São Paulo. “Se ninguém conhecesse ele e não tivéssemos avisado sobre isso no vestiário, aí tudo bem. Só que o erro foi de quem fez isso nele”, completou Leão.

Logo depois de ser expulso, ainda no gramado do Pacaembu, o João Filipe reclamou da arbitragem e não assumiu o erro. “Eu não fui violento, não fiz nada. Ele pulou”, resumiu o zagueiro do São Paulo, que jogou improvisado na lateral direita.

Apesar de criticar a expulsão, Leão evitou defender algum tipo de punição mais dura ao atleta. “Não temos de sacrificar ninguém, mas algumas observações temos de fazer”, destacou o treinador. “Quando o atleta vai mal e comete muitos erros, e tem a infelicidade de ser o agressor na falta, temos de poupá-lo de comentários abertos. Quanto menos falar, mais passa tranquilidade para ele. Não foi um bom jogo para ele, assim como para outros também”, avaliou.

Para o meia-atacante Lucas, que não teve grande atuação no clássico, o time do São Paulo deveria ter ficado menos nervoso em campo. “Infelizmente, nós caímos na provocação dele (Jorge Henrique). Não podemos perder a cabeça, dar pancada e ser expulso. Temos que ter mais tranquilidade”, afirmou o jogador, para quem o cartão vermelho atrapalhou uma possível reação são-paulina.