Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo apaga nova derrota em clássico para ‘ser feliz na hora certa’

Oponente histórico do Tricolor, o Corinthians conseguiu mais uma vitória no domingo, por 1 a 0, instalando um inédito ambiente pesado no CT da Barra Funda, onde o time do técnico Emerson Leão se reapresentou nesta segunda-feira. Apesar da derrota e da queda na tabela de classificação, o pensamento único é de superação e de vitórias ‘na hora certa’, ou seja, na próxima fase do Campeonato Paulista.

Com 14 pontos, o São Paulo passou à quarta colocação, atrás dos líderes Palmeiras e Corinthians, que têm 17, e também atrás do Guarani, que alçou ao terceiro lugar com dois pontos a mais. Em quinto, na cola do Tricolor, está o Paulista de Jundiaí, adversário da próxima quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio do Morumbi.

Nesse momento, o Tricolor enfrentaria o próprio Paulista nas quartas de final. De acordo com o meio-campista Cícero, entretanto, a intenção é voltar a ter o Corinthians como adversário e, enfim, se vingar: ‘O clube não vem de bons resultados no Pacaembu, mas no Morumbi são eles que sentem a pressão. Ainda podem ter outros jogos entre São Paulo e Corinthians. O futebol e principalmente os clássicos são decididos em detalhes e neste eles foram mais felizes do que nós. Espero que possamos ser mais felizes na hora certa’.

O próprio Cícero confidenciou que nunca havia perdido do Corinthians e que essa derrota especificamente foi indigesta para as pretensões do São Paulo e também moralmente. Sem crise, como os próprios jogadores fazem questão de ressaltar em cada oportunidade, o time tem como objetivo se recuperar e obter a classificação entre os oito. O título do Paulistão, conquistado pela última vez pelo Tricolor em 2005, é uma das grandes obsessões na temporada.

‘Vi um Corinthians mais encorpado ontem. O São Paulo abusou das faltas, isso quer dizer que o time não estava morno. Quando você perde um clássico desses você quer ter ele de novo, se possível hoje já. Você não tem escolher adversário, tem que ir atrás de qualquer um e chegar junto’, comentou o meia Cícero, que pode ir para o time reserva na fase de experiências de Emerson Leão.