Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Santos inicia maratona e pega surpreende Mogi Mirim nas quartas

Por Da Redação 21 abr 2012, 20h01

Após garantir o primeiro lugar do grupo 1 na Copa Libertadores da América, o Santos inicia neste final de semana uma verdadeira maratona de decisões. O Peixe recebe o Mogi Mirim, neste domingo, às 16 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro, em confronto válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Três dias depois, os santistas visitam o Bolívar (Bolívia), em La Paz, pelas oitavas de final da Libertadores.

Procurando deixar de lado o compromisso internacional, o técnico Muricy Ramalho está mais preocupado com o Sapão, no momento. ‘Temos que pensar em uma coisa de cada vez. O Mogi é um bom time. Um dos melhores do Paulistão e talvez o melhor que eu vi jogar do Interior até agora. Vai ser muito duro ganhar deles’, analisou.

O treinador, que viu na primeira fase os reservas alvinegros serem derrotados pelo Mogi Mirim, fora de casa, mesmo com a maratona a qual sua equipe será submetida, garantiu que irá escalar força máxima nesta partida.

A única dúvida de Muricy está na lateral direita. O uruguaio Fucile ainda se recupera de uma entorse no pé esquerdo, sofrida na goleada sobre o Catanduvense, e pode ficar de fora mais uma vez, tendo em vista o confronto com o Bolívar, pela Copa Libertadores. Desta forma, o volante Henrique seria mantido na ala direita, com Adriano formando o setor de meio-campo ao lado de Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso.

Independentemente de quem irá jogar, o comandante sabe que, a exemplo do que aconteceu contra o Strongest, o seu time vai precisar de paciência para sair com a classificação às semifinais do Estadual.

‘O Mogi Mirim vai ser bem mais difícil do que o Strongest. Disso eu não tenho a menor dúvida. Até porque, além de bem postado, claro que o Mogi vem marcar, mas eles também vão sair para o jogo’, comentou Muricy Ramalho.

Se no Santos o respeito pelo adversário é a tônica do discurso antes de a bola rolar, no Mogi Mirim a história não poderia ser diferente. O atacante Hernane, artilheiro do Paulista, com 13 gols marcados, tratou de transferir a responsabilidade para o atual bicampeão estadual.

‘O favoritismo e a responsabilidade é deles. Nós temos que ir lá tranquilos, focados e determinados a fazer o nosso melhor. Vamos tentar voltar de lá com o resultado positivo’, afirmou Hernane.

Para esse importante e decisivo compromisso diante do Peixe, o técnico do Sapão, Guto Ferreira, irá escalar o que tem de melhor à sua disposição.

O Mogi Mirim terá a volta de cinco peças importantes no time titular, que não atuaram na última rodada da primeira fase do Paulistão, no empate com o XV de Piracicaba. São eles: o lateral-esquerdo João Paulo, o volante Baraka, o meio-campista Roni e o atacante Hernane, além do zagueiro Lucas Fonseca, que cumpriu suspensão automática contra o Nhô Quim.

Apesar disso, Ferreira sabe que o Mogi precisa ter atenção do primeiro ao último minuto jogando na Vila. ‘O Santos tem uma equipe muito coesa, rápida e conta com jogadores diferenciados. Sem contar o Neymar, que é um dos três melhores jogadores do mundo hoje. Vamos precisar fazer o nosso melhor para termos chances de vitória’, destacou.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

SANTOS X MOGI MIRIM

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 22 de abril de 2012, domingo

Horário: 16 horas (horário de Brasília)

Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra

Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Mauro André de Freitas

Adicionais: Antonio Rogério Batista do Prado e Leonardo Ferreira Lima

SANTOS: Rafael; Fucile (Adriano), Edu Dracena, Durval e Juan; Henrique, Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Borges

Técnico: Muricy Ramalho

MOGI MIRIM: Anderson, Edson Ratinho, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Val, Baraka, Renê Junior e Felipe; Roni e Hernane

Técnico: Guto Ferreira

Continua após a publicidade
Publicidade