Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santos bate Portuguesa e assume 3.º lugar no Paulistão

Por Renan Carreira

São Paulo – Mesmo com vários desfalques, o Santos venceu neste domingo a Portuguesa, por 2 a 0, no Canindé, pela 17.ª rodada do Campeonato Paulista. Como o Palmeiras perdeu no sábado para o Mirassol, a equipe da Vila Belmiro subiu para a terceira posição, com 36 pontos. Por outro lado, a Portuguesa segue perto da zona do rebaixamento, com apenas 17 pontos, e faz jogos decisivos nas duas últimas rodadas da competição.

O Santos entrou em campo sem suas principais estrelas, entre elas Neymar e Paulo Henrique Ganso. O técnico Muricy Ramalho poupou os jogadores visando ao confronto contra o Internacional, na próxima quarta-feira, pela Copa Libertadores. Mesmo assim, no Canindé, a Portuguesa não conseguiu apresentar um bom futebol e a torcida novamente protestou contra seus jogadores.

A equipe da casa iniciou o jogo pressionando o Santos. No primeiro cruzamento da partida, feito por Luis Ricardo, o atacante Ananias subiu mais do que a zaga e cabeceou forte. A bola, no entanto, foi em cima do goleiro Aranha, que segurou firme. Aos 7 minutos, Guilherme arriscou de longe, mas a bola saiu à direita da meta de Aranha.

O time da casa conseguiu neutralizar as jogadas do Santos, marcando forte inclusive no campo de ataque. No primeiro tempo, a equipe da Vila Belmiro não teve chances claras de gol. A Portuguesa conseguiu algumas finalizações e esteve perto de abrir o placar aos 30 minutos. Com espaço na intermediária, Ananias dominou de frente para o gol e chutou forte e rasteiro no canto esquerdo de Aranha. O goleiro se esticou todo e raspou os dedos na bola, colocando para escanteio.

A primeira etapa foi bastante movimentada, porém com muitos passes errados e poucas chances de gol. O goleiro Rodrigo Calaça não fez nenhuma defesa difícil. Aranha só trabalhou em chutes de longa distância e em bolas aéreas.

No segundo tempo, tudo mudou. Logo aos 4 minutos, depois de um escanteio cobrado por Elano, Rafael Caldeira, no seu quinto jogo com a camisa do Santos, apareceu livre para cabecear no canto direito de Rodrigo Calaça e abrir o placar. E a equipe da Vila continuou pressionando. Aos 13, Felipe Anderson invadiu a área pela esquerda, passou pela marcação e rolou para trás. Dimba, de pé esquerdo, só empurrou para o fundo das redes: 2 a 0.

A Portuguesa poderia ter iniciado uma reação se Henrique não perdesse uma chance incrível aos 18 minutos. Diego Souza, que entrou no lugar de Boquita, cruzou da esquerda para o meio da área. Danilo fez o corta-luz e Henrique, sozinho, a um metro da pequena área e de frente para o gol, chutou em cima de Aranha.

Aos 25, o time da casa teve uma nova oportunidade, dessa vez em cobrança de falta. Ivan bateu no ângulo esquerdo, mas o goleiro santista fez uma bela defesa. A equipe da casa buscou a reação nos minutos finais, porém sem sucesso.

Na penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista, a Portuguesa recebe o Linense, no próximo sábado, no Canindé, às 18h30. No mesmo horário, o Santos enfrenta o São Caetano, no domingo, no Anacleto Campanella.

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA 0 x 2 SANTOS

PORTUGUESA – Rodrigo Calaça; Luis Ricardo, Gustavo, Renato e Ivan; Boquita (Diego Souza), Guilherme, Léo Silva e Henrique (Maylson); Ananias e Ricardo Jesus (Danilo). Técnico: Jorginho.

SANTOS – Aranha; Maranhão, Bruno Rodrigo, Vinícius Simon e Paulo Henrique; Rafael Caldeira, Adriano (Anderson Carvalho), Elano e Felipe Anderson (Breitner); Dimba (Rentería) e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho.

GOLS – Rafael Caldeira, aos 4, e Dimba, aos 13 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Boquita (Portuguesa); Alan Kardec (Santos).

ÁRBITRO – Raphael Claus.

RENDA – R$ 126.370,00.

PÚBLICO – 3.811 pagantes.

LOCAL – Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).