Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Sanchez reclama de ‘gols absurdos’ contra o Corinthians

Por Da Redação 13 nov 2011, 21h16

Geralmente emburrado, o presidente Andrés Sanchez estava sorridente depois da vitória do Corinthians sobre o Atlético-PR, por 2 a 0. Parou para conceder entrevistas na porta do vestiário de sua equipe, no Pacaembu, e mostrou confiança na conquista do título do Campeonato Brasileiro. Só recobrou a irritação habitual ao protestar contra a arbitragem.

‘Pela quinta vez seguida, tivemos o problema dos gols absurdos contra nós. Mas vamos brigar contra tudo e contra todos para tentar conquistar o título’, afirmou Sanchez, referindo-se ao impedimento do veterano Paulo Baier no gol marcado pelo Atlético-PR neste final de semana. Na rodada passada, o América-MG abriu o placar contra o Corinthians com um pênalti muito contestado.

Já Tite se conteve. Depois de reclamar do lance polêmico da semana anterior e recriminar as agressões de torcedores ao trio de arbitragem do jogo com o América-MG, o técnico prefere ser menos crítico. ‘Não quero falar mais. Vou ouvir os comentários de todos, mas não preciso trazer esse peso comigo. Pretendo contribuir com a arbitragem’, esquivou-se.O gol do Atlético-PR não custou a vitória do Corinthians no Pacaembu. Com os três pontos, o time paulista se manteve na liderança do Campeonato Brasileiro. ‘Quando ganha, a gente sempre sorri. Mas o campeonato é muito difícil, equilibrado. Nós já entregamos, perdemos, ganhamos, voltamos à briga… Está tudo muito estranho’, disse Andrés Sanchez. ‘Principalmente a arbitragem contra nós’, completou.

Publicidade