Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Sampaio vê pouca qualidade em alguns jogadores, mas elogia superação

Por Da Redação 15 nov 2011, 16h45

O ex-volante César Sampaio ainda acredita na reação do Palmeiras nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Porém, o gerente de futebol do Verdão reconhece que o elenco do clube não tem um alto índice técnico e aponta o poder de superação dos palmeirenses como fundamental para o trabalho de Luiz Felipe Scolari funcionar.

‘O histórico do Felipão é de conquistas muito mais na superação, vai mais na parte física do que na técnica. Ele quer time guerreiro e aguerrido, espera que o cara corra e saia morto de campo. O Márcio Araujo e o Luan não são jogadores de tanta qualidade, mas eles se superam’, afirmou, citando os dois atletas como exemplos.

Luan é titular absoluto de Felipão, enquanto Márcio Araújo trava uma disputa constante com Chico pela vaga na equipe. Por conhecer o treinador há muito tempo, César Sampaio minimiza as críticas que o pentacampeão faz ao próprio Palmeiras depois de derrotas.

‘Assim como o Marcos, o Felipão é 100% emoção. Nem sempre o que diz é o que pensa. Quando perde o jogo, todos nós ficamos chateados, mas ele fica maluco. Neste lado emocional, ele fala coisas sem conseguir medir as consequências. O time dele não é aquele que joga bonito e nem dá espetáculo. São times estratégicos, com bola parada. É até feio de ver jogar, mas são muito competitivos’, acrescentou.

Uma das reclamações do atacante Kleber contra o treinador é justamente as críticas ao elenco. Porém, César Sampaio tenta convencer o grupo de que as declarações devem ser minimizadas.

‘Ele fala muito mais pela tristeza da derrota do que para prejudicar alguém. Ele tem um coração maravilhoso, mas é mal entendido. Às vezes, os caras que falam o que pensam podem pagar um preço caro’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade