Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sampaio confirma contatos por reforços da lista de Felipão

A diretoria do Palmeiras está se esforçando para atender aos pedidos do técnico Luiz Felipe Scolari por reforços. O gerente de futebol do Verdão, César Sampaio, confirmou os contatos para tentar as contratações do volante Fellipe Bastos e dos atacantes Eder Luís e Thiago Ribeiro.

O dirigente avisa que há também outros nomes indicados pelo treinador e explica que precisa de parceiros para viabilizar as contratações, mas está confiante em trazer pelo menos mais dois jogadores.

‘Estamos no processo de levantar todas as condições do Thiago Ribeiro, nas partes econômica, esportiva, clínica e prazos de empréstimo ou aquisição. Ele tem a aprovação da comissão e passamos aos vices. Mas não é só o Thiago, temos mais nomes. O processo é demorado, mas está em andamento’, afirmou o dirigente.

Thiago Ribeiro está no Cagliari, da Itália, com contrato apenas até o meio do ano. Já o volante Fellipe Bastos e o atacante Eder Luís atuam pelo Vasco, emprestados pelo Benfica. Por isso, o Verdão entrou em contato com o clube português para saber da situação dos atletas.

‘Houve contato, estamos levantando tudo. Faz parte dessa triagem. Além da parte financeira, há outros fatores importantes quando tratamos de jogadores desse nível. Estamos observando tudo e ouvimos aqui também os jogadores que já atuaram com eles’, acrescentou.

Outro nome cogitado nos bastidores é o de um ex-palmeirense, Obina, que defende o Shandong Luneng, da China. Apesar do alto custo das contratações, Sampaio confia na hipótese de contar com a ajuda de investidores.

‘Pela loucura que está o mundo, o futebol passou a ser uma diversificação de investimentos. É uma bolsa que dá muito dinheiro, com risco grande também’, pondera.

A janela de transferências internacionais, que aconteceria apenas em agosto, foi antecipada e ficará aberta entre 20 de junho e 20 de julho. Com estudos detalhados de cada possível reforço, o gerente palmeirense admite que tudo será agilizado se conseguir um parceiro.

‘Quando deposita o dinheiro lá, o cara vem na hora. Mas não podemos errar, porque não temos dinheiro. Se recorre a um parceiro, erra com dinheiro dos outros, que é pior ainda. Houve uma infelicidade do Wesley e, quer queira ou não, o investidor sabe do risco de lesão’, ponderou.