Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rhodolfo admite excessos, mas elogia disposição do Tricolor

‘Deveríamos jogar sempre com essa vontade’. Satisfeito com a atuação do São Paulo na vitória por 3 a 1 sobre o Paulista de Jundiaí nesta quinta-feira, o zagueiro Rhodolfo, capitão da equipe, descreveu dessa forma o importante resultado que deixa o Tricolor na vice-liderança provisória do Campeonato Paulista, com 17 pontos.

Na visão do defensor, o mais importante de tudo é a disposição demonstrada pela equipe principalmente no primeiro tempo, quando a superioridade foi notável. Os visitantes equilibraram na segunda etapa do jogo e chegaram a pressionar o setor de Rhodolfo, mas nada que pudesse reverter o resultado já consolidado do embate.

‘A impressão que eu tenho é que se a gente tivesse jogado com essa mesma vontade contra o Corinthians, teríamos vencido. Nosso objetivo era jogar e vencer, estávamos muito focados. Com pegada, determinação e vontade podemos conseguir tudo o que a gente quer, a partida de hoje provou isso’, afirmou Rhodolfo após a partida.

Como capitão do São Paulo, no entanto, o zagueiro fez questão de alertar ao atacante Willian José a ao zagueiro Paulo Miranda, ambos expulsos contra o Paulista de Jundiaí. O companheiro de defesa mereceu, pois foram dois cartões amarelos justos, e o atacante e artilheiro do Paulistão, com sete gols, também, mas não sozinho.

‘No lance do Willian tinha que expulsar os dois. Não era o nosso dia nesse sentido. Acredito que tenha sido excesso de vontade por parte dele, que tem muito o que aprender, é um jogador novo, mas de qualidade. Ele é calmo para caramba, até estranhei, mas essas coisas acontecem’, finalizou o zagueiro.