Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Reservas do Corinthians pegam Grêmio e querem espaço

Por Da Redação 10 jun 2012, 09h10

Por Fábio Hecico

São Paulo – Mais do que tentar tirar o Corinthians da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, os jogadores do time reserva que estarão em campo neste domingo, às 17 horas, contra o Grêmio, no estádio Olímpico, em Porto Alegre, querem cavar um lugar na primeira “decisão” diante do Santos, pela semifinal da Copa Libertadores, na próxima quarta-feira.

Após apresentação fraca contra o Figueirense no 1 a 1 da última quinta, no Pacaembu, Tite deixou no ar possibilidade de mudanças entre os titulares, poupados neste domingo com exceção do lateral-esquerdo Fábio Santos, suspenso contra os catarinenses.

Ciente de que o poder ofensivo vem deixando a desejar, Tite mandou um recado direto que animou muita gente que estará em campo, como os atacantes Willian e Élton e o meia Douglas. “Vou pensar muito no melhor momento de cada jogador. E quem for bem no domingo pode ser decisivo contra o Santos”, afirmou.

Há, ainda, a possibilidade de duas trocas na lista de inscrição da Libertadores. O treinador deve apenas substituir Edenílson, machucado. O anúncio será nesta segunda e o jogo deste domingo pode ser decisivo para o volante Willian Arão, que inicia a partida, ou para os atacantes Adílson e Romarinho, opções para o decorrer do jogo.

Continua após a publicidade

Ciente de que há muito em jogo no Olímpico, a equipe alternativa promete empenho acima do normal para frear a empolgação do Grêmio e, quem sabe, conseguir a primeira vitória na competição, que cumpriria os planos de Tite de somar quatro pontos contra Figueirense e Grêmio. Acontece que os planos eram de vitória em casa e empate fora, o que aumenta mais a pressão. O grupo, porém, tem a confiança de Tite e o respaldo da diretoria. Principalmente Douglas, contratado a peso de ouro e cada vez mais desanimando a torcida.

EXEMPLO CASEIRO – Na volta do armador à antiga casa, os dirigentes apostam que ele possa desencantar após frustrantes apresentações. E usam o exemplo de Danilo para passar voto de confiança. “Com o Danilo também foi assim, ele ficou quase um ano sem jogar e hoje é um dos melhores do time. Com o Douglas acontecerá o mesmo, não tem essa de desconfiança”, garantiu o diretor adjunto Duílio Monteiro Alves.

Douglas é acusado de não se empenhar nos treinos, de não perder peso e de ignorar as palavras de Tite quando está no banco de reservas, de cabeça sempre baixa e sem observar o jogo. Ainda com respaldo, precisa começar a mostrar a que veio.

Os olhares no clube, contudo, não estarão só no meia ou nos atacantes. Na defesa, Wallace está de volta após quase 100 dias se recuperando de cirurgia no tornozelo esquerdo após lesão sofrida em um clássico diante do Santos, na Vila Belmiro. O defensor volta com a missão de “reorganizar” a defesa, que sofreu gol de cruzamento nos três jogos do Brasileirão e com sonho de cavar um lugar ao menos no banco diante do Santos.

Mas nada de provocá-lo sobre se está com a cabeça no jogo do meio de semana. “Se não conseguir desempenhar bom futebol lá (em Porto Alegre) não posso pensar na Libertadores, então, a cabeça está totalmente focada no Grêmio”, afirmou. “Cada um tem seu modo de pensar, eu só penso no Grêmio e que preciso jogar para estar à disposição”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)