Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Renato entende vaias e destaca obrigação do Flamengo voltar a vencer

Por Da Redação - 27 maio 2012, 13h17

A torcida do Flamengo não perdoou o time no último sábado e emendou uma sonora vaia após o apito final do árbitro da partida. O Rubro-Negro, que vencia o Internacional por 3 a 1, cedeu o empate no segundo tempo e revoltou o seu torcedor. Além da ira dos cariocas, os próprios jogadores demonstraram preocupação e destacaram a necessidade do time voltar a vencer.

O Campeonato Brasileiro passou a ser a maior ambição da equipe no ano após os fracassos na Copa Libertadores e no Campeonato Carioca. O técnico Joel Santana realizou uma intertemporada com o time na Gávea e buscou o aprimoramento físico de todo o grupo para a competição nacional. No entanto, um empate por 1 a 1 com o Sport, na Ilha do Retiro, e a nova igualdade obtida diante dos Colorados, no Engenhão, trouxeram novamente o clima de tensão vivido pelo clube após as seguidas eliminações deste ano.

‘As vaias são válidas. A torcida esteve ao nosso lado, apoiou durante todo o jogo e não ficou nem um pouco satisfeita com o resultado. A gente sabe o quanto é ruim empatar em casa. Na primeira rodada eu nem digo, pois foi em Recife. A obrigação de vencer passou a ser maior agora. Temos que buscar três pontos contra a Ponte e, depois, vencer dentro de casa’, analisou o meia Renato Abreu.

Com o recesso do Campeonato Brasileiro até o dia 6 de junho, o Flamengo terá tempo para se reorganizar e tentar melhorar o rendimento da equipe que buscará a primeira vitória diante da Ponte Preta, em Campinas. Estreante na noite do último sábado e igualmente preocupado com a situação de seu clube, o meia Ibson procurou se desculpar com a torcida e projetou uma semana de trabalhos intensos para o time se preparar para o confronto com a Macaca.

Publicidade

‘Só temos que pedir desculpas aos torcedores, principalmente para aqueles que vieram aqui hoje. Sabemos que o resultado não foi bom e precisamos trabalhar dobrado agora. Temos que fazer melhores jogos para conseguir a primeira vitória’, completou o camisa 07 rubro-negro.

Publicidade