Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Raikkonen viu poucas provas da F-1: ‘tinha outras coisas para fazer’

Campeão mundial com a Ferrari em 2007, Kimi Raikkonen deixou a Fórmula 1 em 2009 e passou as duas últimas temporadas afastado. De volta no volante da Lotus, o finlandês revelou que assistiu poucas provas da categoria durante seus dois anos de ausência.

‘Eu tinha outras coisas para fazer. Não significa que não gosto do esporte. Se não gostasse, não estaria aqui. Estava ocupado fazendo outras coisas. Assisti algumas provas pela televisão quando estava em casa, mas não era uma obrigação. Estou feliz por estar de volta’, garantiu.

Longe da Fórmula 1, Raikkonen disputou provas de rally. Apesar de passar duas temporadas afastado da principal categoria do automobilismo, o finlandês diz não ter encontrado tantas diferenças durante os treinamentos da pré-temporada realizados com a Lotus.

‘Não mudou muita coisa. O carro é bem parecido, os pneus são um pouco diferentes e eu esperava ter mais dificuldades com eles, mas parecem bons, especialmente quando são novos. É claro que vão se desgastar mais rápido, mas tem sido bom pilotar’, analisou.

O campeão mundial de 2007 ainda rejeitou a tese de que está iniciando uma segunda carreira. ‘Estive competindo o tempo todo, apenas em uma categoria diferente’, afirmou Raikkonen, que elogiou sua nova equipe na Fórmula 1. ‘Estou muito satisfeito, são ótimas pessoas para trabalhar e não precisam mudar em nada’, completou.

Em seu retorno à Fórmula 1, ele terá o francês Romain Grosjean como companheiro na Lotus. Durante os testes da pré-temporada, a dupla exibiu um bom rendimento, mas o experiente piloto finlandês evita traçar maiores expectativas para o Mundial.

‘Não tenho ideia de onde estaremos. Fizemos uma boa pré-temporada e poderia ter sido ainda melhor, mas estamos rápidos. Vamos saber melhordurante a semana e acho que várias equipes estarão rápidas. Vamos estar na frente? Não sei. Eu espero que sim, mas vamos esperar e ver’, encerrou.