Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Raikkonen admite conversas com Williams, mas não confirma acordo

Por Da Redação 10 nov 2011, 10h13

O finlandês Kimi Raikkonen falou pela primeira vez sobre sua possível volta à Fórmula 1. Recentemente, foi especulado que o piloto, campeão de 2007, correria a temporada 2012 com a Williams. Nesta quinta-feira, ele admitiu que está negociando com a equipe, mas que nada está certo por enquanto.

‘Estamos conversando com eles, mas eu ainda não tenho nenhum contrato fechado em nenhuma direção’, disse em entrevista ao jornal finlandês Turun Sanomat, durante uma etapa do Mundial de Rali, no País de Gales.

Perguntado se demoraria para se adaptar aos atuais carros da Fórmula 1, Raikkonen disse que um eventual problema poderia ser os novos pneus Pirelli, que se desgastam mais facilmente. Sobre a configuração das máquinas, ele acredita que estão bastante parecidas com as da sua última temporada na categoria, em 2009.

‘(Pilotar um F-1) é a coisa que eu mais fiz na minha vida. Muito mais desafiador seria tentar fazer outra coisa. Pelo que você vê na televisão, não (mudou muito). A principal diferença está nos pneus’, comentou.

Caso seja confirmado o retorno do campeão mundial à F-1 pela Williams, a situação do brasileiro Rubens Barrichello fica bastante complicada. Sem patrocínio, o mais longínquo piloto da categoria pretende fazer a sua 20temporada em 2012, mas perderá espaço no time inglês, que ainda conta com o venezuelano Pastor Maldonado, fortemente incentivado por uma estatal de seu país.

Continua após a publicidade
Publicidade