Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Rafa’ e ‘Nole’ se enfrentam na esperada final de Roland Garros

O nº 1 do tênis mundial, o sérvio Novak Djokovic, e o seu perseguidor mais próximo no ranking da ATP e defensor do título, o espanhol Rafael Nadal, garantiram nesta sexta-feira suas vagas na grande final do Aberto de tênis da França.

No primeiro jogo das semifinais na quadra central, Nadal derrotou por um claro 6-2, 6-2 e 6-1 seu compatriota e amigo David Ferrer (N.6), e chegou pela sétima vez à final, tendo conquistado as seis anteriores.

Com essa vitória, chegou às 51 em Paris, contra apenas uma derrota.

“Provavelmente, hoje joguei minha melhor partida aqui, nesta edição de Roland Garros (…) Lamento por David ter perdido desta maneira. É um dos meus melhores amigos no circuito e um dos melhores jogadores no saibro (…) Para mim, foi uma partida fantástica, e estou muito feliz de estar em outra final de Roland Garros”, declarou ‘Rafa’.

Este confronto foi prejudicado pela chuva e foi interrompido por 56 minutos quando faltava pouco para o final do segundo set.

Nadal, de 26 anos, e Ferrer, de 30, tinham se enfrentado em 19 oportunidades anteriormente desde 2004, com um domínio esmagador do primeiro por 16-4 no frente a frente, contando com a vitória desta sexta.

Já Djokovic venceu por 6-4, 7-5 e 6-3 outra estrela do circuito, o suíço Roger Federer (N.3), campeão em 2009 e jogará sua primeira final de Roland Garros.

“‘Rafa’ esteve formidável, cada vez joga melhor em Roland Garros. Ele é o grande favorito. Na Austrália (a final entre eles) foi muito longo, espero que no domingo a partida seja mais curta. Aquela foi a melhor partida de minha carreira, incrível, histórica. Mas no domingo as circunstâncias serão diferentes e terei que jogar no meu melhor nível”, destacou Djokovic após a sua vitória sobre Federer.

“Sempre é muito difícil jogar contra Roger em qualquer superfície. Embora no ano passado tenhamos jogado uma partida maravilhosa (que o sérvio perdeu em quatro sets), hoje estou muito feliz com este resultado. Realmente, é um sonho jogar a final. Agora quero desfrutar esta vitória, depois pensarei na final”, frisou ‘Djoko’.