Clique e assine com até 92% de desconto

Presidente interino da Ponte Preta pede licenciamento do cargo

Por Da Redação 27 dez 2011, 18h53

Atual presidente da Ponte Preta, Márcio Della Volpe pediu licenciamento do cargo nesta terça-feira. O vice de futebol da Macaca vinha ocupando a função interinamente e ficará afastado do clube por pelo menos 60 dias.

A justificativa dada pelo dirigente é o acúmulo de estresse, que vinha prejudicando o exercício de sua profissão e trazendo malefícios para sua saúde. Com a licenciatura requerida, Della Volpe deverá ficar recluso em sua casa e passar o restante das férias com seus familiares, para retornar em março e planejar o time que disputará a Série A do Brasileiro.

O mandatário estava à frente do time de Campinas após a reeleição de Sérgio Carnielli para o cargo. Como o dirigente acabou sendo afastado pela Justiça antes do pleito, sua posse acabou sendo impedida, o que culminou no exercício da função por parte de seu vice.

Agora, Hélio Kazuo será o responsável pela presidência da Ponte Preta. O segundo vice da equipe deverá tomar posse na quarta-feira e será responsável pelas decisões tomadas na Macaca até o retorno de Sérgio Carnielli, que tentará caçar a liminar imposta pelo Tribunal após o recesso de fim de ano.

Continua após a publicidade
Publicidade