Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Portuguesa enfrenta Criciúma para conquistar primeiro título nacional

Por Da Redação 1 nov 2011, 06h29

A viagem de São Paulo para Florianópolis pode ser a última do time da Portuguesa sem uma conquista a nível nacional. Isso porque uma vitória sobre o Criciúma nesta terça-feira, às 20h30 (de Brasília), no estádio Heriberto Hulse, sacramenta o título brasileiro da Série B, pelo qual a Lusa está em busca incessante desde 2009.

Com 70 pontos conquistados e 16 rodadas de invencibilidade, o time da capital paulista chegaria aos 73, ao passo que a Ponte Preta, vice-líder, só poderia alcançar os 60 pontos. Como restariam apenas quatro rodadas para o fim da competição, o ‘Orgulho de ser Série A’ estampado na camisa comemorativa se transformaria em ‘Orgulho de ser campeão’. A Lusa não levanta uma taça desde 2007, quando conquistou a Série A-2 do Campeonato Paulista.

Na última sexta-feira, a diretoria da Portuguesa havia armado uma festa para comemorar o acesso e a valente Ponte Preta foi em busca da vitória, mas fracassou. Depois de muito festejar e gritar ‘É Campeão!’, esse otimismo pode finalmente se concretizar diante do Criciúma, que é quem vai tentar colocar ‘água no chope’ lusitano dessa vez.

O Tigre catarinense é sétimo colocado do Brasileirão da Série B com 49 pontos somados. Se conseguir aproveitar o fator casa e vencer a Lusa, o time pode até mesmo entrar no G-4, já que o Americana tem apenas dois pontos a mais e não vem em sequência positiva na competição.

Dentro de campo, no entanto, o técnico Jorginho terá sérios desfalques para montar a equipe que enfrenta os catarinenses, a começar pela zaga titular, em que Mateus ainda sente uma lesão muscular na coxa direita, e Rogério teve diagnosticada uma lesão no ligamento do joelho e só retorna em 2012.

Além disso, Leandro Silva também está fora de combate. Dessa forma, a dúvida do comandante reside em qual jogador utilizar pela esquerda da zaga: Jaime ou Diego. O primeiro sai na frente na disputa pela vaga de Rogério, enquanto Renato segue no time titular substituindo Mateus.

Os problemas não param por aí, já que Boquita também sentiu dores na coxa direita na vitória sobre a Ponte Preta e está descartado do confronto. Em seu lugar, Rai retoma o espaço como foi no duelo em que a equipe paulistana venceu o Americana e conquistou o acesso.

‘É fora de casa, mas temos uma possibilidade muito grande de sair com a vitória, já que é difícil nos vencer, prova disso é que tivemos apenas três derrotas em todo o campeonato. Eu estive em campo no jogo contra o Americana e comemorei no final, espero que isso se repita’, comentou o volante Rai.

Já do lado do Criciúma, o técnico Marcio Goiano ainda faz mistério em relação ao time que entra em campo contra a Lusa, mas esboçou uma escalação no trabalho com bola a manhã do último domingo e não deve mudar tanto.

A principal novidade, no caso, e é retorno do meia-atacante Roni para o time titular, desbancando Mateus. O garoto selecionável está satisfeito e confiante com a oportunidade: ‘É um prazer voltar ao time logo em um duelo importante contra a Portuguesa, que é líder e melhor time da competição. Eu espero corresponder às expectativas do professor Márcio e ficar mais perto da vaga no G-4. O título eles vão conquistar de qualquer jeito, nossa missão é subir’.

A expectativa de quatro desfalques foi rechaçada com um acordo realizado entre as equipes pelo atacante Thiago Silvy, vinculado aos paulistas, mas única opção do ataque catarinense, já que Zé Carlos e Schwenck receberam o terceiro cartão amarelo e ficam fora. Como Guilherme foi expulso no confronto diante do Americana, as novidades do Criciúma serão Fabinho Capixaba e João Victor nas laterais, Pirão no meio e Doriva substituindo o volante.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA X PORTUGUESA

Local: estádio Heriberto Hulse, em Florianópolis (SC)

Data: 1 de novembro de 2011 (terça-feira)

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)

Assisntentes: Vanderson Antônio Zanotti e Leonardo Mendonça (ambos do ES)

CRICIÚMA: Andrey; Fabinho Capixaba, Rogélio, Anderson Conceição e João Victor; Jackson, Baraka, Pirão e Doriva; Roni e Thiago Silvy

Técnico: Marcio Goiano

PORTUGUESA: Wéverton; Luís Ricardo, Renato, Jaime e Marcelo Cordeiro; Guilherme, Henrique, Rai, Marco Antônio e Ananias; Edno

Técnico: Jorginho

Continua após a publicidade
Publicidade