Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por fracasso na Copinha, Tricolor traz preparador Carlos Gallo após René

O São Paulo anunciou nesta quinta-feira a contratação de René Simões para comandar suas divisões de base como diretor da categoria e, horas mais tarde, confirmou o ex-goleiro Carlos Gallo como novo preparador de goleiros dos times sub-20. De acordo com João Paulo de Jesus Lopes, vice-presidente de futebol do clube, a decisão de trazer profissionais experientes para a área foi do presidente Juvenal Juvêncio após a eliminação traumática do Tricolor na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Apesar de treinar no Centro de Formação de Atletas de Cotia, um dos mais modernos da categoria, cuja manutenção custa quase R$ 10 milhões, o time sub-18 começou a Copinha goleando o Palmas por 10 a 0, mas depois empatou sem gols com o Sergipe e foi derrotado pelo Grêmio Barueri, único time da chave que se classificou para a próxima fase.

Na ocasião, Juvenal disse que não era possível que um time com a estrutura do São Paulo fosse derrotado por um ‘catadão’. No dia seguinte à queda ainda prometeu que várias coisas mudariam na base da equipe e que alguém poderia ‘pagar por isso’. Em fevereiro, após várias rodadas de negociação, o presidente confirmou a chegada de René Simões no novo cargo diretivo da base e o ex-goleiro da Seleção Brasileira na Copa de 1986 como preparador.

Jesus Lopes explicou a situação após a vitória do São Paulo por 3 a 1 sobre o Paulista de Jundiaí: ‘O Juvenal prometeu que faria mudanças e elas aconteceram depois da Copa São Paulo. O René é um estudioso do futebol e todos nós entendemos que reúne condições e preenche um perfil difícil de encontrar, pois tem experiência internacional e se entusiasmou com a possibilidade’.

O dirigente do São Paulo ainda ressaltou mais uma característica de René, valorizando a importância de seu novo cargo na equipe do Morumbi: ‘A direção das categorias de base talvez seja mais importante que a do profissional’.