Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ponte Preta mantém foco para o ‘jogo mais bonito da Série B’

A ansiedade para que o acesso à Série A do Brasileiro seja finalmente concretizado é evidente na Ponte Preta. Entretanto, os jogadores da equipe preferiram não projetar um jogo certo para comemorarem a volta para a elite do futebol nacional, e pediram para que todos mantenham o foco no jogo desta sexta-feira, contra a Portuguesa, no Canindé.

Com 33 anos e uma vasta experiência em decisões, o goleiro Júlio César destacou que vem buscando maneiras de não pensar na classificação para a Primeira Divisão e classificou o duelo contra a líder do campeonato como o jogo mais bonito da competição. Para o arqueiro, o confronto será essencial para a Ponte, já que poderá inclusive recolocar o time na briga pelo título da Série B.

‘Não só os mais novos ficam ansiosos, eu também fico nessa vontade de conquistar nosso objetivo. Mas temos que pensar jogo a jogo e focar na Portuguesa. Será o jogo mais bonito da Série B, com as melhores equipes da competição. Com uma vitória vislumbraremos as chances de título, então sem sombras de dúvidas será uma grande partida’, declarou Júlio César.

Além do goleiro, o meia Renatinho também procurou evitar a matemática e disse que o time continuará encarando cada jogo como uma decisão até alcançar a pontuação necessária para o acesso. O jogador inclusive será mantido no time titular diante da Lusa, já que Renato Cajá não conseguiu se recuperar e ficará de fora mais uma vez na competição.

‘Creio que cada jogo vai ser importante e este será mais um. Ouço dizer que se atingirmos 61 pontos, conseguiremos o acesso. Outros dizem 62, 63. De nossa parte, temos que procurar fazer um grande jogo sexta-feira para alcançarmos nossa classificação rapidamente’, disse o atleta.

Faltando seis jogos para o término da Série B, a Macaca segue na vice-liderança do campeonato, com 57 pontos ganhos. Com uma série de confrontos diretos nessa reta final de temporada, a equipe pretende somar a maior quantidade de pontos possíveis para assegurar uma vaga no G-4 e focar no planejamento para 2012.