Clique e assine a partir de 9,90/mês

Perto dos 100 jogos no Santos, Arouca mira título da Libertadores e volta ao Mundial

Por Da Redação - 31 jan 2012, 12h18

Um dos jogadores mais importantes do Santos nos últimos dois anos, o volante Arouca está perto de completar uma marca história pelo clube. Isto porque, o meio-campista deve chegar aos 100 jogos com a camisa santista quando a equipe defrontar o Oeste de Itápolis, na próxima quinta-feira, às 21 horas (horário de Brasília), na Arena Barueri. O técnico Muricy Ramalho pretende utilizar a sua formação titular nesta partida.

Satisfeito com o feito prestes a ser alcançado, Arouca destacou a sua satisfação por ter dado a volta por cima na Vila Belmiro, após uma passagem ruim pelo São Paulo. O jogador foi emprestado pelo Tricolor Paulista no início de 2010, em uma troca envolvendo o também volante Rodrigo Souto. Arouca agradou a direção do Peixe, que o contratou em definitivo na metade daquele ano.

‘Fico muito feliz, pois essa é uma marca que muitos atletas gostariam de estar atingindo. E fazer isso pelo Santos, um clube grande, me faz querer muito mais. Quando eu cheguei aqui disse que gostaria de marcar história no clube, não só com bons jogos, reencontrando o meu melhor futebol, mas com títulos também. Cheguei em cinco finais, com quatro títulos. Espero dar continuidade a essa trajetória vitoriosa e ganhar mais títulos em 2012’, afirmou.

Para o volante alvinegro, o principal objetivo do time nesta temporada, que marca o centenário do Santos, é conquistar novamente a Copa Libertadores da América, e ter o direito de disputar outra vez o título do Mundial de Clubes da Fifa, no fim do ano, no Japão.

Continua após a publicidade

‘O pensamento não pode ser diferente. Claro que vamos entrar forte, em busca dos títulos de todas as competições, porém, a Libertadores tem um gosto diferente. Sabemos que a dificuldade será enorme, pois o Santos é o time a ser batido, afinal ganhou a última Libertadores e esteve no Mundial. E, como infelizmente perdemos do Barcelona (Espanha) na final do Mundial, queremos esquecer o que passou e trabalhar para voltar ao Mundial esse ano’, concluiu Arouca, que além da Libertadores 2011, ganhou os títulos paulista de 2010 e 2011, e a Copa do Brasil de 2010.

Publicidade